Notícias

Requalificada, Prefeitura entrega esquina das avenidas Ipiranga com São João aos paulistanos

Cruzamento das avenidas Ipiranga e São João, no Centro, recebeu, entre outras benfeitorias, calçadas mais acessíveis, placas de identificação de ruas que remetem à São Paulo antiga, esculturas artísticas e restauro dos postes de iluminação

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo, por meio da SP Urbanismo e da Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento, entregou nesta segunda-feira (05) a Requalificação da Esquina Histórica de São Paulo, o famoso cruzamento das avenidas Ipiranga e São João, na região central da cidade. Após oito meses de intervenção, a área ganhou calçadas mais acessíveis e seguras aos pedestres, placas de identificação de ruas que remetem à São Paulo antiga, ordenamento da fiação aérea e subterrânea, recapeamento asfáltico, esculturas artísticas e restauro dos postes iluminação. O custo da Requalificação da Esquina Histórica foi de R$ 4,9 milhões, financiado pelo Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb).

O objetivo do projeto foi resgatar o local como ponto de visitação e contribuir para o plano da Prefeitura de recuperação do Centro. As intervenções foram realizadas na avenida Ipiranga (entre a Praça da República e a Avenida Rio Branco) e na região formada pelo encontro das Ruas Conselheiro Nébias, dos Timbiras e Avenida São João.

“Estamos realizando este trabalho forte, com o projeto #Todos pelo Centro. Este evento de hoje faz parte desse contexto, para podermos fazer a revitalização desta região, assim como estamos fazendo na (praça) Princesa Isabel. O Vale do Anhangabaú já foi entregue e estamos com o processo para licitar a reforma do parque Dom Pedro, da Praça da Sé e de tantas outras localidades aqui, no Centro de São Paulo”, declarou o prefeito.

Segundo Ricardo Nunes, a Prefeitura participou, recentemente, de uma ação com o C40 (rede que reúne grandes cidades do mundo comprometidas com a luta contra as mudanças climáticas, que tem como objetivo reduzir as emissões de gases de efeito estufa) para que escritórios de urbanismo apresentassem projetos. Os melhores foram premiados e, a partir de agora, serão licitados.

Segurança

Além de revitalizar a área, a Prefeitura de São Paulo está empenhada em garantir a segurança local.

“Foram trocadas 98% das lâmpadas por modelos de LED e contratados mais mil Guardas Civis Metropolitanos (GCMs). Hoje temos 6.950 agentes, que também tiveram uma valorização salarial. Além disso, poderemos contar com o Smart Sampa. O uso da tecnologia é muito importante para verificar criminosos”, enfatizou Ricardo Nunes.

O prefeito afirmou que foi dobrado o convênio com o Governo do Estado para a Operação Delegada (realizada pela Prefeitura em parceria com o Governo do Estado, para que agentes voluntários da Polícia Militar reforcem o patrulhamento da cidade durante suas folgas. A iniciativa tem como principal objetivo combater o comércio de ambulante irregulares), fez o PIU Central e tem revitalizado vários espaços para atrair empresas para a região central.

“Ter um sistema de monitoramento inteligente, as polícias civil, militar e GCM atuando, a área urbana bem cuidada e ruas recapeadas integra as ações. Com a atuação não só a Prefeitura, como também da sociedade civil, da polícia, da imprensa e dos empresários, poderemos dar uma nova vida para o Centro. Serão investidos R$ 70 milhões no Smart Sampa, em um sistema no qual trabalhamos com muito cuidado, para ajudar na questão de segurança”, disse Ricardo Nunes

Para o o delegado da seccional Centro, Roberto Monteiro, a junção de esforços e empenhos, tornarão o Centro melhor.

Smart Sampa

Trata-se de uma nova plataforma de videomonitoramento, que busca a modernização e ampliação na vigilância de câmeras na capital, agregando o conceito de Cidades Inteligentes e permitindo maior eficácia e agilidade no atendimento de ocorrências da Guarda Civil Metropolitana e demais órgãos de segurança.

Sobre as intervenções

Por ser um dos cruzamentos mais movimentados da cidade, as obras foram executadas em etapas para minimizar os transtornos aos pedestres, motoristas e comerciantes. As intervenções começaram pela reforma das calçadas. Todo o passeio público na área da requalificação recebeu piso de concreto para proporcionar caminhos mais seguros à população e faixa tátil em cumprimento às normas de acessibilidade. Em alguns trechos do novo calçamento foi impressa uma representação gráfica de prédios da Esquina Histórica, reforçando a importância dessas edificações para a paisagem urbana do cartão postal da cidade.

Os postes de iluminação da esquina foram restaurados e tiveram suas lâmpadas substituídas por LED, mais modernas e sustentáveis. O trabalho de restauro será estendido aos demais postes do perímetro da requalificação após a inauguração.

No cruzamento mais famoso da cidade também foram instaladas placas de identificação das Avenidas Ipiranga e São João, em modelo que remete à São Paulo antiga. O design das placas foi escolhido pelo então prefeito Bruno Covas em 2021 e elaborado exclusivamente para a obra.

Esculturas

Também foram desenvolvidas, especialmente para a Esquina Histórica, quatro esculturas em bronze pela artista plástica brasileira Christina Motta, autora de obras como as esculturas do músico Tom Jobim, na orla de Ipanema, e da atriz Brigitte Bardot, em Búzios, ambas no Rio de Janeiro. As criações paulistanas - os músicos e compositores Adoniran Barbosa e Paulo Vanzolini e profissionais tradicionais, conhecidos como fotógrafo de lambe-lambe e jovem engraxate - prestam homenagem à personalidades marcantes da história da São Paulo antiga.

As peças foram definidas junto à Secretaria Executiva de Turismo, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (SMDET). Estão instaladas em cada uma das esquinas do cruzamento das Avenidas Ipiranga e São João.

Nova praça

Por fim, para a área situada entre as Ruas Conselheiro Nébias e dos Timbiras e a Avenida São João, a Prefeitura transformou uma área pública subutilizada em uma praça para turistas e moradores da região. O entorno da esquina recebeu ainda asfalto novo, novas placas de sinalização de trânsito, repintura das faixas de pedestres e reordenamento da fiação aérea e subterrânea.

O Projeto Esquina Histórica integra o amplo plano da Prefeitura de recuperação da região central, que inclui ações como a requalificação de calçadões do Centro Histórico, a reforma do Vale do Anhangabaú e do Parque Dom Pedro II e o Parque Augusta - Prefeito Bruno Covas, entre outros.

A expectativa de todos esses projetos é promover transformações no Centro, de modo a atrair novos investimentos e moradores para a região.

SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo
Telefones: 3113-8835/ 3113-8831
E-mail: imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Acervo de vídeos
Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Merenda Escolar Sustentável

Ver agenda completa