Notícia na íntegra

Terça-feira, 3 de Outubro de 2023 | Horário: 08:56

Prefeitura mantém toda a frota e reforça o sistema com mais 200 ônibus para amenizar impacto da greve do transporte público sobre trilhos

Além disso, 26 linhas tiveram seu itinerário ampliado, rodízio de veículos foi suspenso e foi decretado ponto facultativo

A Prefeitura de São Paulo colocou 200 ônibus a mais nas ruas da capital, desde as primeiras horas desta terça-feira (3), como mais uma medida para amenizar impacto da greve do transporte público sobre trilhos. Também há o reforço com 238 técnicos da SPTrans nas ruas e 44 viaturas para dar apoio aos passageiros. 

Ao acompanhar em tempo real o monitoramento dos ônibus e a movimentação pela cidade no Centro de Operações da SPTrans, o prefeito Ricardo Nunes explicou que normalmente a operação é feita com 11.934 ônibus. “Colocamos 200 ônibus a mais, portanto, 12.134 ônibus estão operando hoje na cidade, o dia inteiro, sem redução da quantidade de ônibus na cidade de São Paulo, visando atenuar esse problema da greve do Metrô e da CPTM. Nas linhas que não foram concedidas, porque as concedidas estão funcionando”, disse. 

Além disso, a Secretaria Executiva de Transporte e Mobilidade Urbana (Setram) e a SPTrans também ampliaram o itinerário de 26 linhas municipais de ônibus, para permitir que os passageiros consigam chegar mais próximo de locais com maior concentração de comércio e serviços. 

“A gente estendeu as linhas porque são justamente os locais que eram servidos por Metrô, principalmente aqui na região central, a maioria delas saindo da Zona Leste, que é a região com o maior volume de pessoas que usam o transporte coletivo. Então existe a extensão das linhas para que as pessoas possam ter mais comodidade e chegar ao seu destino”, afirmou o prefeito. 

Ao tomar conhecimento da greve anunciada por sindicatos de trabalhadores do Metrô, CPTM e Sabesp para as primeiras horas desta terça-feira, a Prefeitura adotou uma série de medidas emergenciais para reduzir os impactos à população: decretou ponto facultativo, suspendeu o rodízio municipal de veículos com placas finais 3 e 4 durante todo o dia e determinou operação especial no transporte público por ônibus. 

Está mantido o funcionamento de escolas e creches, unidades de saúde, serviços de segurança urbana, de assistência social, do serviço funerário, além de outras unidades cujas atividades não possam sofrer descontinuidade.   

"Por que excetuamos a educação? A cidade de São Paulo tem um milhão e oitenta mil alunos, quase meio milhão são criancinhas de creche, e era importante manter a utilização das creches, porque tem muitas mães que inclusive trabalham nessas linhas do Metrô que estão operando, que são motoristas de ônibus, para elas poderem deixar suas crianças e ir trabalhar”, explicou Nunes.  

O prefeito ressaltou ainda que, apesar de o rodízio de veículos estar suspenso, continua em vigor a proibição de utilização das faixas e corredores de ônibus. “Não entrem na faixa de ônibus, a gente tem que deixar o corredor livre, até porque aumentamos o número de ônibus, temos que deixar o corredor livre para os ônibus fluírem. 

Apesar do grande impacto no trânsito, o prefeito ressaltou que, pela manhã, a situação estava sob controle. Por volta das 7h, o índice de lentidão estava em 443 km, contra 214 km de lentidão registrados ontem no mesmo horário. O índice de lentidão está bem mais alto que ontem, mas está sob controle, a gente está até um pouco surpreso. Me parece que as pessoas estão fazendo um pouco de escalonamento dos horários. Tem bastante trânsito, mas não chega a ser algo muito intenso”, afirmou. 

Sobre as pessoas que eventualmente perderam sua consulta, exame ou cirurgia, Nunes afirmou que "ninguém terá prejuízo”. “Vamos reordenar isso, é só fazer a ligação para a central de atendimento e nós vamos fazer a remarcação de exames e consultas para que ninguém seja prejudicado. 


Linhas estendidas da estação do Metrô Corinthians-Itaquera até o Metrô Tatuapé: 

  • 2703/10 Jd. Etelvina - Metrô Itaquera 
  • 2703/21 Jd. Etelvina - Metrô Itaquera 
  • 2703/22 Jd. Gianetti - Metrô Itaquera 
  • 2707/10 Chabilândia - Metrô Itaquera 
  • 2707/31 Chabilândia - Metrô Itaquera 
  • 2721/10 Jd. Nazaré - Metrô Itaquera 
  • 2733/10 Pq. Guarani - Metrô Itaquera 
  • 2734/10 Jd. Campos - Metrô Itaquera 
  • 3732/10 CPTM José Bonifácio - Metrô Itaquera 
  • 3741/10 CPTM D. Bosco - Metrô Itaquera 
  • 374V/10 Jd. Santana - Metrô Itaquera 
  • 3754/10 Inácio Monteiro - Metrô Itaquera 
  • 407H/10 Jd. São Francisco - Metrô Itaquera 


Linhas estendidas da Estação CPTM Guaianases até o Metrô Carrão: 

  • 2004/10 Jd. Nsa. Sra. Do Caminho - CPTM Guaianases 
  • 2009/10 Jd. Robru – CPTM Guaianases 
  • 2059/10 São Miguel – CPTM Guaianases 
  • 2202/10 Jd. Das Oliveiras - CPTM Guaianases 
  • 3026/10 Vl. Iolanda Ii - CPTM Guaianases 
  • 3064/10 Cid. Tiradentes - CPTM Guaianases 


Linhas estendidas da estação Metrô Tucuruvi até o Metrô Luz: 

  • 1705/10 Jd. São João - Metrô Tucuruvi 
  • 1705/51 Cem. Pq. Da Cantareira - Metrô Tucuruvi 
  • 1709/10 Jd. Joana D'arc - Metrô Tucuruvi 
  • 1709/21 Jd. Joamar - Metrô Tucuruvi 
  • 1720/21 Vila Sabrina - Metrô Tucuruvi 
  • 1722/10 Jd. Marina - Metrô Tucuruvi 


Linha estendida entre Metrô Jardim São Paulo até Metrô Santana: 

  • 178Y/10 Vila Amélia - Metrô Jardim São Paulo 


Linhas que serão reforçadas: 

As linhas abaixo estão com suas frotas reforçadas por operarem em trechos estratégicos para a cobertura dos eixos metroviários. 

  • 106A/10 Metrô Santana – Itaim Bibi 
  • 107T/10 Metrô Tucuruvi - Term. Pinheiros 
  • 1178/10 São Miguel - Praça do Correio 
  • 175P/10 Metrô Santana – Ana Rosa 
  • 175T/10 Metrô Santana – Metrô Jabaquara 
  • 2104/10 Metrô Santana - Term. Pq. D. Pedro II 
  • 3539/10 Cid. Tiradentes - Metrô Bresser 
  • 407P/10 Term. Cidade Tiradentes – Metrô Tatuapé 
  • 4310/10 E.T. Itaquera - Term. Pq. D. Pedro II 
  • 5110/10 Term. São Mateus - Term. Mercado 
  • 5290/10 Divisa de Diadema - Term. Pq. D. Pedro II 
  • 8400/10 Term. Pirituba - Praça Ramos de Azevedo 
  • 8615/10 Parque da Lapa – Term. Pq. D. Pedro II 



Rodízio 
A Secretaria de Mobilidade e Trânsito, por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego, informa que o Rodízio Municipal de Veículos estará suspenso nesta terça-feira, durante todo o dia.  

Continuam valendo normalmente o rodízio de placas para veículos pesados (caminhões) e as demais restrições: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF); e as proibições de circulação de veículos nas faixas e corredores de ônibus, conforme a sinalização.  

A Engenharia de Tráfego da CET manterá monitoramento constante nas ruas e avenidas da cidade, visando manter as condições de fluidez das vias. 


collections
Galeria de imagens

SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo
E-mail:
  imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Sala de imprensa:  imprensa.prefeitura.sp.gov.br
Facebook I  Twitter I  Instagram I  TikTok I  YouTube I  Acervo de Vídeos I  LinkedIn