Notícias

Prefeitura investe em drones e embarcações para intensificar atuação ambiental na região de Guarapiranga

Equipamentos serão utilizados para ações da Inspetoria de Defesa Ambiental e demais unidades de SMSU

De Secretaria Especial de Comunicação

O prefeito Ricardo Nunes realizou, nesta quarta-feira (16), a entrega de três novos barcos infláveis e de seis drones para a Secretaria Municipal de Segurança Urbana. "Os drones reforçarão as ações de monitoramento de segurança urbana. Já os barcos serão importantes para proteger as represas Billings e Guarapiranga, que abastecem a cidade e suas águas vêm de nascentes que não podem ser destruídas, pois prejudica a vida e as gerações futuras” disse o prefeito.

As embarcações permitirão à Divisão de Defesa e Vigilância Ambiental – DDVA fiscalizar descarte irregular de resíduos e de condutores de embarcações sem permissão. Os barcos possibilitarão à Guarda Civil Metropolitana (GCM) fiscalizar com mais intensidade áreas passíveis de loteamentos clandestinos, que se formam por conta das necessidades das pessoas por moradias.

“Por isso, no Plano de Metas da Prefeitura está prevista a construção de mais de 49 mil unidades habitacionais. Isso diminuirá as invasões, os loteamentos clandestinos, além de melhorar a questão ambiental”, completou Ricardo Nunes.

As unidades reforçarão as atividades de educação ambiental e apoio aos banhistas e praticantes de esportes náuticos em áreas localizadas nos territórios de pontos de atenção mais sensíveis às invasões localizadas nas subprefeituras Capela do Socorro, M’Boi Mirim, Parelheiros, Cidade Ademar.

As embarcações são da marca Zefir, modelo G 500 GII e comportam até cinco pessoas. São feitas de Neoprene e Hypalon (espécie de borracha). Foram adquiridas por recursos próprios da SMSU, no. valor de R$ 499 mil de emenda parlamentar

Aeronaves
Os seis drones serão utilizados pela GCM pela Inspetoria Regional de Defesa Ambiental Cantareira; Comandos Norte, Sul, Leste e Oeste e na Coordenação Municipal de Defesa Civil. Com os novos equipamentos, a frota passará a contar com 12 aeronaves, reforçando as ações de monitoramento de segurança urbana; de áreas de risco e de proteção ambiental da cidade, assim como a vistoria nas regiões inseridas em programas multidisciplinares, subsidiando a produção de índices, dados, estudos e planejamento.

A entrega das aronaves obedece ao plano de descentralização do Dronepol, direcionando novos equipamentos direto para as inspetorias e órgãos. Os operadores dos aparelhos já estão capacitados, por meio do curso Operação dos Sistemas de Aeronaves Remotamente Pilotadas, realizado pela Divisão de Tecnologia Geoespaciais, em conjunto com a Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo (EMASP) e Academia de Formação em Segurança Urbana.

O Dronepol também apoia ações das secretarias municipais do Verde e Meio Ambiente, Subprefeituras, Saúde e Cultura, monitorando áreas de preservação ambiental e parques naturais; ocupações irregulares e degradação do meio ambiente; localização e combate de arboviroses. Acompanhamento de grandes eventos e apoio à ações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Companhia de Habitação Popular (COHAB) e da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP). Os seis drones foram adquiridos com recursos próprios da SMSU, no valor de R$ 918 mil.

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - As Cores da Cidade