Notícias

Prefeitura autoriza nomeação de 6 mil aprovados em concursos públicos

Somente para a área de Educação são 3.651 profissionais e o prefeito já autorizou a realização de concurso público para mais 3.250 profissionais com nomeações para final de 2022 ou início de 2023

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo já autorizou a nomeação de cerca de 6 mil aprovados em concursos em diversas áreas da Administração Municipal. Somente em 2021 foram nomeados 3.356 servidores, sendo 3.155 profissionais só para a área da Educação. Com isso o prefeito, Ricardo Nunes, totalizará quase 7 mil chamamentos em dois anos. “Temos feito várias ações com aquilo que a cidade de São Paulo quer para valorizar os nossos servidores. Não tenho dúvida nenhuma de que estamos preparando um Boeing para voar mais rápido, com toda questão financeira e estrutural. Ainda temos o que corrigir, mas com o principal estamos conseguindo avançar”, destacou o prefeito Ricardo Nunes.

Nesta terça-feira, o prefeito assinou o “Autorizo” para 1927 candidatos aprovados: 491 para o cargo de Auxiliar Técnico de Educação; 154 Coordenador Pedagógico; 1200 Professor de Educação Infantil; 113 Diretor de Escola; 7 Supervisor Escolar; 39 Arquiteto; 10 Engenheiro Civil; 4 Engenheiro e 9 Analista de Planejamento e Desenvolvimento Organizacional.

Essas medidas fazem parte da modernização da gestão pública e valorização do servidor, possibilitadas pela aprovação de seis projetos na Câmara Municipal. Nesta terça-feira (07), Ricardo Nunes, sancionou os dois últimos projetos de lei: 650/2021, que prevê a reestruturação das carreiras de Níveis Básico e Médio, e o 652/2021, que dispõe sobre valorização de benefícios e mudanças nas gratificações de difícil acesso. Com essas sanções, a Secretaria Executiva de Gestão conclui o pacote aprovado de seis projetos, após discussões em audiências públicas com a participação de vereadores e entidades representativas dos servidores.

“Acreditamos que um governo moderno seja aquele capaz de mobilizar o melhor para os servidores públicos e parceiros privados em prol da prestação de serviços cada vez melhores, mais rápidos e mais acessíveis aos cidadãos paulistanos”, disse o secretário executivo de Gestão, Fabrício Cobra.

As novas leis permitirão a reestruturação das carreiras de níveis básico e médio, e a valorização de benefícios e mudanças nas gratificações de difícil acesso. Somente neste ano, outras propostas já haviam sido aprovadas que reestruturaram os cargos em comissão, criaram os programas de Residência Jurídica e de Gestão, atualizaram a legislação sobre concursos públicos e criaram 1.068 cargos de Educação Infantil.

O prefeito já autorizou a nomeação de cerca de 6 mil aprovados em concursos. Para a área de Educação são 3.651 profissionais para os cargos de Professor Educação Infantil (674); Diretor de Escola (202); Supervisor Escolar (47); Coordenador Pedagógico (1.164) e Auxiliar Técnico de Educação (1.564). Para outras secretarias e órgãos, foram convocados 2.267 aprovados.  A Prefeitura pretende investir mais de R$ 1 bilhão com essas inovações somente em 2022 (não incluídos os gastos com os cargos da educação infantil).

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Operação comida na mesa