Notícias

Operação Baixas Temperaturas 2021 já realizou mais de 783 mil acolhimentos

Além disso, equipes da rede municipal de saúde já realizaram 40.265 abordagens à população de rua e 28.531 atendimentos a pessoas vulneráveis à hipotermia

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads), informa que na madrugada desta quarta-feira (30), 227 pessoas em situação de rua foram acolhidas, 30 recusaram ir para um dos centros municipais e 200 receberam cobertores. Desde o dia 30 de abril, quando teve início o Plano de Contingência para Situações de Baixa Temperatura de 2021, até ontem (29), foram feitos 783.771 acolhimentos na rede socioassistencial destinada à população em situação de rua. Especificamente a partir de chamadas à central 156, no período de plantão (noite/madrugada) da Coordenação de Pronto Atendimento Social (Cpas), houve 10.744 acolhimentos, 779 recusas e 8.687 cobertores distribuídos. É importante destacar que uma pessoa pode ser acolhida mais de uma vez.

Também entre 30 de abril e 29 de junho, o Redenção na Rua e o Consultório na Rua, executados, respectivamente, pela Secretaria de Governo Municipal (SGM) e pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS)_ realizaram 40.265 abordagens a pessoas em situação de rua e 28.531 atendimentos voltados a cidadãos avaliados como vulneráveis à hipotermia. Os atendimentos em saúde são realizados das 7h às 22h, nas seis regiões da cidade. A previsão é que durante os cinco meses da operação sejam feitas 110 mil abordagens à população em situação de rua na capital.

No ano passado, entre maio e setembro, houve 110.658 abordagens, uma média de 922 atendimentos diários. Desse total, 373 pessoas foram atendidas e diagnosticadas como suscetíveis à hipotermia e receberam atendimento de urgência no local e, conforme a aceitação, foram direcionadas aos equipamentos sociais para acolhimento. O Plano de Contingência para Situações de Baixa Temperatura de 2021 começou em 30 de abril de 2021 e se estenderá até 30 de setembro, período em que as equipes de saúde da SMS elaboram, monitoram e avaliam as ações desenvolvidas pelos profissionais do Consultório na Rua e Redenção na Rua e dos equipamentos de saúde, a fim de identificar os casos vulneráveis, incluindo o risco de hipotermia, prevenção de complicações relacionadas às baixas temperaturas e prevenção de óbitos.

Fabiana da Silva Pires, interlocutora de Saúde da Pessoa em Situação de Rua da Coordenadoria Regional de Saúde Centro, aponta que a cada ano o projeto é aperfeiçoado. “Nós temos um comitê com a população de rua onde mantemos a comunicação constante com eles e, assim, esse plano de contingência é moldado e adaptado às suas necessidades. Nosso objetivo vai além de prever o óbito por hipotermia e dar a opção às pessoas em situação de rua a chance do acolhimento. Também é imprescindível fazer valer a garantia de direitos dessa população”, finaliza.

O Plano de Contingência para Situações de Baixa Temperatura de 2021 está sendo executado nas seis regiões do município de São Paulo, quando a temperatura atinge o patamar igual ou inferior a 13ºC, ou sensação térmica equivalente. As equipes do Consultório na Rua e do Redenção na Rua trabalham de forma conjunta com profissionais do Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas) da Smads.

Sobre o atendimento à pessoa em situação de rua

Considerando as características da pessoa em situação de rua, sua vulnerabilidade social e de saúde, a Prefeitura de São Paulo possui seis equipes do Redenção na Rua (com foco na região da Luz, na chamada Cracolândia) e 26 equipes do Consultório na Rua distribuídas nas seis Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs) do município. Cabe salientar ainda que a cidade possui 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que são a principal porta de entrada para a Rede de Atenção à Saúde (RAS), que coordena as ações e serviços disponibilizados à população, além de Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e hospitais municipais.

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Merenda Escolar Sustentável

Ver agenda completa