Notícia na íntegra

Quinta-feira, 1 de Fevereiro de 2024 | Horário: 20:39

Carnaval de Rua de São Paulo será ainda maior em 2024, com expectativa de mais de 15 milhões de foliões em 536 desfiles

Com patrocínio de R$ 26,6 milhões, festa se consolida a cada ano como um dos principais eventos do calendário cultural da cidade

O Carnaval de Rua 2024, que começa neste sábado (3) e vai até o dia 18 de fevereiro, tem número recorde de blocos confirmados, com 536 desfiles, 16% a mais do que no ano passado, e está com toda a infraestrutura organizada para receber os mais de 15 milhões de foliões esperados para este ano (considerando que as pessoas participam de mais de um bloco durante todo o carnaval).

“A cada ano o carnaval de rua vai sendo ampliado e melhorado”, disse o prefeito Ricardo Nunes, ao anunciar que toda a infraestrutura para o Carnaval 2024 está contratada. “O que compete à prefeitura, e a gente está fazendo, é fornecer toda a infraestrutura de gradil, de banheiro, de segurança, da questão logística, de fechamento de ruas. E tudo isso está sendo feito dentro do prazo”, afirmou o prefeito.

A prefeitura vem se preparando para o Carnaval de Rua há meses. Desde 24 de outubro do ano passado, a Secretaria Municipal das Subprefeituras (SMSUB), responsável pela inscrição dos blocos, vem divulgando listas parciais com todos os trajetos, datas e horários, conforme eram aprovados pela Comissão Especial de Organização do Carnaval de Rua 2024.

Todos os trajetos foram analisados em conjunto com a Comissão Especial e tiveram seus itinerários aprovados pela Companhia de Engenharia de Trânsito e órgãos de segurança pública.

Nunes explicou também como funciona o patrocínio aos blocos, que é individual, diferente do geral, que neste ano é feito pela Ambev. "Os blocos captam diretamente os patrocínios com as empresas. É bom deixar claro que não é a prefeitura que faz o pagamento para os blocos do carnaval de rua. Os blocos são autônomos, independentes, e o recurso que eles buscam, e sempre buscaram, foi direto do privado. Agora, se o privado resolve não patrocinar, aí a prefeitura não tem o que fazer”, explicou.

Ainda assim, a Prefeitura criou um plano de fomento para que os blocos com mais tradição na cidade tenham um incentivo a mais. A administração vai aportar R$ 2,5 milhões para 100 blocos (R$ 25 mil para cada) como forma de incrementar as atividades dos grupos que atuam na festa carnavalesca.

Já no caso do patrocínio ao Carnaval de Rua, a empresa vencedora do pregão paga um valor à Prefeitura para cobrir os custos do Município com o evento e tem a exclusividade na comercialização dos seus produtos e o direito de exploração publicitária do seu nome e da sua logomarca. A vencedora deverá fornecer aos vendedores ambulantes credenciados as caixas de isopor portátil, e similares, necessários ao transporte dos produtos, devidamente sinalizadas, nos termos do Guia de ativação de marcas da Cidade - Carnaval de Rua 2024.

Neste ano, a Ambev S.A., que apresentou o lance de R$ 26,6 milhões no pregão realizado pela Prefeitura no dia 16 de janeiro, é a patrocinadora oficial.

“Lógico que num evento desse tamanho, com centenas de blocos participando, pode ter um ou outro que desista”, disse o prefeito Ricardo Nunes. Neste ano, o número de cancelamentos dos desfiles foi inferior ao registrado no ano passado.

Em 2023, 213 blocos cancelaram seus desfiles, enquanto neste ano foram 129. Ou seja, o Carnaval de rua deste ano tem mais blocos cadastrados e um número menor daqueles que não conseguiram contratar artistas ou carros para apresentações, por exemplo.

“Se algum bloco ou outro desiste, aí é um problema único e exclusivamente dele, de uma organização dele. A gente gostaria que não desistisse.”

As datas do Carnaval de rua são: 

Pré-Carnaval: 03 e 04 de fevereiro 
Carnaval: 10,11,12 e 13 de fevereiro 
Pós-Carnaval: 17 e 18 de fevereiro 

collections
Galeria de imagens

SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo
E-mail:
  imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Sala de imprensa:  imprensa.prefeitura.sp.gov.br
Facebook I  Twitter I  Instagram I  TikTok I  YouTube I  Acervo de Vídeos I  LinkedIn