Notícias

Ações de assistência social a populações vulneráveis durante a pandemia de Coronavírus

Em entrevista ao podcast Acontece em SP, o secretário adjunto da SMADS Douglas Carneiro fala sobre as iniciativas

De Secretaria Especial de Comunicação

A Cidade de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMADS) e de ações conjuntas entre secretarias vêm atuando desde o início da quarentena para amparar os munícipes em situação de vulnerabilidade social.

Ante o enfrentamento da covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus, a demanda de atendimentos dos serviços municipais já existentes aumentou, além de surgirem outras iniciativas emergenciais, como a instalação de pias em locais públicos e de lavanderias comunitárias no centro da Capital e a ampliação dos núcleos de acolhimento.

No momento em que a cidade avança no cumprimento dos índices mínimos e protocolos para retomada gradativa das principais atividades, novas medidas são pensadas para preparar o município. “Os primeiros meses foram de organização das respostas durante a emergência. Agora há uma preocupação com o pós. Nos baseamos nas diretrizes segurança de renda, segurança de convivência e de acolhida. E essa combinação tem mobilizado nossa reflexão sobre quais são as respostas possíveis e como nós precisamos nos adequar”, diz Douglas Carneiro, Coordenador de Gestão SUAS e Secretário Municipal Adjunto da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, em entrevista ao podcast Acontece em SP.

Ouça a entrevista completa. 

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Incluir para proteger

Ver agenda completa