Notícias

Variante delta é confirmada em 91,9% das amostras na capital

Curva de casos não apresentou crescimento significativo por conta do avanço da vacinação

De Secretaria Especial de Comunicação

Um estudo realizado por meio de parceria da Prefeitura de São Paulo com o Instituto Butantan, Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (USP) e Instituto Adolfo Lutz revelou, nesta quinta-feira (16), que foram registados 629 novos casos para a variante delta (linhagem B.1.617.2 e sublinhagens AY) na cidade de São Paulo. Com essas confirmações, a cidade contabiliza 1.921 casos desde que a variante foi confirmada na cidade, em julho. Entre as amostras em que foi possível identificar a linhagem, 91,9% são da variante delta e 7,8, da gama. Os sequenciamentos são referentes à semana epidemiológica 35.

Apesar da presença da variante na cidade, o número de casos não apresentou curva de crescimento significativo. Diante do novo cenário de predominância da variante delta na cidade e com a população adulta elegível vacinada, o município realizará testagem de comunicantes de casos positivos de Covid-19 detectados nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para análise do perfil de transmissão do vírus.

Na prática, isso significa que os munícipes detectados com a variante delta e gama passarão por um teste de antígeno para Covid-19. O procedimento será adotado tanto para aqueles com sintomas como os assintomáticos que tiveram contato com pessoas com caso positivo.

A medida é fundamental para entender o cenário atual do comportamento da Covid-19 e evitar a expansão dos casos de Covid-19 na cidade de São Paulo.

Até esta quinta-feira (16), 16.476.487 doses de vacina antiCovid, sendo 10.201.105 primeiras doses, 5.903.239 segundas doses e 322.014 doses únicas. A cobertura vacinal para população acima de 18 anos está em 106,1% para primeira dose ou dose única e 67,4% para segunda dose ou dose única.

Barreiras sanitárias
A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), informa que até o dia 15 de setembro, 545.067 pessoas foram abordadas nas barreiras sanitárias, sendo 16.663 ônibus e 5.716 voos.

Ao todo, foram registrados 203 passageiros sintomáticos respiratórios.

A capital conta com quatro barreiras sanitárias instaladas no município, desde 27 de maio. Elas estão no Aeroporto de Congonhas e nos terminais rodoviários do Tietê, Barra Funda e Jabaquara.

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - As Cores da Cidade

Ver agenda completa