Notícias

Vai Tec: Prefeitura oferta dicas para jovens empreendedores

Jovens da capital podem se inscrever para a quinta edição do Vai Tec que oferecerá aceleração e mentorias para projetos das regiões mais vulneráveis da cidade

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo está com inscrições abertas para o novo edital do Vai Tec – Programa de Valorização de Iniciativas Tecnológicas que acelera e impulsiona negócios inovadores das periferias da cidade. Em sua quinta edição, o programa da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho irá apoiar e desenvolver 24 projetos, com aporte financeiro de R$ 34.200,00 e aceleração de oito meses para cada negócio vencedor do edital.

Para receber a aceleração, o negócio precisa ser inovador, diferente dos outros que já estão no mercado, ter viabilidade técnica e econômica para execução, além de apresentar potencial para se desenvolver. Serão selecionadas 48 iniciativas, que deverão apresentar os seus pitchs de até cinco minutos para a comissão de avaliação da Ade Sampa, que selecionará 24 para receber todo o apoio da Prefeitura.

Pensando nisso, a Prefeitura de São Paulo oferece dicas para que os jovens possam aprimorar a apresentação de suas iniciativas para a banca selecionadora. Confira:

1. Treine a sua apresentação

A ideia do pitch é justamente apresentar de maneira breve e efetiva a sua ideia para gerar o interesse de possíveis investidores. Ter domínio sobre o assunto, pensando com clareza sobre quais tópicos irá abordar, é um dos pontos principais para garantir um pitch com conteúdo relevante e que passe segurança sobre o seu projeto.

2. Explique de forma concisa e clara

O pitch deve ser explicado de maneira rápida para o entendimento de todos. É essencial que a descrição seja memorável, mas principalmente simples, sintetizada e bem preparada. Lembre-se que o objetivo é de despertar interesse, assim, é importante apresentar os pontos de forma objetiva.

3. Contextualize o problema

Durante o pitch você deve mostrar não apenas os pontos positivos de seu projeto, mas também, qual será a relevância dele diante da sociedade. Quais problemas ele pretende resolver? Um projeto inovador busca resolver problemáticas importantes que atingem certa parcela do público consumidor. Sempre deixe claro quais dores do seu cliente você pretende solucionar e porquê aquilo é importante.

4. Aponte a solução de maneira clara e objetiva

Tendo em vista que você já apresentou o problema, discorra sobre qual solução o seu negócio oferece. Tenha em mente as respostas para as seguintes perguntas: por que meu projeto é inovador? Qual é o diferencial diante de outras soluções já existentes no mercado? Destaque como o seu serviço pode trazer impacto para a população.

5. Esclareça o seu modelo de negócio

Como você pensa em monetizar a sua solução? Existem alguns modelos que oferecem os meios para que você consiga transformar a sua ideia em uma fonte rentável, seja por franquias, assinaturas, marketplace ou economia colaborativa. Fale como você pretende estabelecer sua relação com o cliente, sua proposta de valor e a possível fonte de renda para o negócio.

6. Destaque seus diferenciais

É importante pensar em se destacar em situações que propiciam oportunidades de crescimento. Assim, é necessário reforçar suas vantagens competitivas, apresentando soluções para problemas que mostrem um diferencial em sua proposta quanto aos demais atuantes do segmento.

7. Apresente dados e resultados

Para mostrar o melhor o que se tem a oferecer, é importante retratar os feitos anteriores. Por isso, aponte sempre as consequências e impactos reais do que se fez, apresentando números que forneçam dados concretos que as ações foram capazes de trazer. Ainda melhor é montar uma apresentação, na qual o visual possa complementar o que é dito com gráficos e imagens representativas.

Vai Tec
Em suas quatro edições, o Vai Tec já auxiliou mais de 370 jovens a criar, desenvolver, validar e impulsionar seus negócios, promovendo o desenvolvimento local de suas respectivas regiões. Neste ano, a Prefeitura investirá mais de R$ 1,2 milhão na aceleração, sendo R$ 820.800,00 diretamente aos empreendedores e cerca de R$ 400.000,00 na realização das atividades de apoio, que serão realizadas até abril de 2021.

“O apoio financeiro é só um dos benefícios oferecidos pela Prefeitura para apoiar jovens inovadores das periferias. O principal objetivo do programa é oferecer toda a assessoria e apoio necessário para que uma ideia ousada se torne em uma iniciativa revolucionária e referência para todo o país”, declara a secretária Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

A metodologia de Aceleração utilizada pelo Vai Tec acompanha a evolução de cada projeto, ajudando em seu desenvolvimento e crescimento. A etapa tem duração de oito meses e os responsáveis pelos projetos escolhidos serão capacitados em gestão, pesquisas de mercado, gerenciamento de equipes, marketing e tecnologias.

Os jovens receberão também assessorias personalizadas de acordo com a necessidade do seu empreendimento, oficinas de capacitação com temas que auxiliarão na evolução dos negócios; além encontros interativos para formação da rede de contatos e acesso a eventos, conteúdos e recursos de parceiros do programa.

“Uma das ações da Prefeitura de São Paulo para o desenvolvimento econômico da cidade é apoiar iniciativas inovadoras e revolucionárias de jovens em situação de vulnerabilidade. Desta maneira, promovemos não somente o incentivo a inovação nas periferias, como também a redução das desigualdades nas regiões mais afastadas da capital”, declara o presidente da Ade Sampa, Frederico Celentano.

Podem se inscrever no edital pessoas físicas organizadas em equipes de, no mínimo dois membros, maiores de 18 anos e residentes nos distritos de Parelheiros, Capela do Socorro, M’Boi Mirim, Campo Limpo, Cidade Ademar, Casa Verde, Cachoeirinha, Freguesia do Ó, Brasilândia, Perus, Pirituba, Jaraguá, Santana, Jaçanã, Tremembé, Vila Maria, São Miguel Paulista, Ermelino Matarazzo, Itaim Paulista, São Mateus, Guianases, Cidade Tiradentes, Itaquera, Vila Prudente, Penha, Sapopemba, Barra Funda, Butantã, Jaguaré, Raposo Tavares e Rio Pequeno.

As inscrições podem ser feitas pelo site da Ade Sampa, até 16 de maio: www.adesampa.com.br

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Merenda Escolar Sustentável