Notícias

Usar a máscara salva vidas! Saiba mais sobre esse item essencial contra o coronavírus

Momento pede reforço nos cuidados para prevenir a contaminação

De Secretaria Especial de Comunicação

A cidade de São Paulo continua em quarentena e a melhor forma de ajudar no combate ao coronavírus é não afrouxar os cuidados para a prevenção. Isso inclui respeitar o uso obrigatório de máscara de proteção, higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%, prática do distanciamento social e evitar aglomerações.

Entre as medidas, o uso da máscara é extremamente eficaz na prevenção. O Inquérito Sorológico promovido pela Prefeitura de São Paulo, para identificar a incidência do coronavírus na população e a letalidade da doença na cidade, identificou que 97% das pessoas usam sempre a máscara de proteção em locais públicos.

Para garantir a eficácia dessa proteção e sanar todas as dúvidas, organizamos um passo a passo de como usar, guardar e higienizar a máscara.

Uso correto

> A máscara de proteção deve cobrir completamente o nariz, a boca e o queixo. Ela deve estar bem ajustada no rosto, sem folgas nas laterais, evitando contato com gotículas suspensas.

> Ao colocar ou retirar as máscaras, segure-as pelas alças e evite tocar a parte frontal. Caso troque de máscara, procure colocá-la em um saco ou recipiente plástico e só volte a reutilizá-las após a devida higienização.

> É importante lembrar que elas devem ser substituídas quando estiverem úmidas ou sujas, pois perdem o poder de proteção. E jamais devem ser compartilhadas.

Higienização

> A higienização das máscaras de proteção reutilizáveis deve ser realizada com a imersão em recipiente com água potável e água sanitária (2,0% a 2,5%) por 30 minutos. A proporção de diluição a ser utilizada é de uma parte de água sanitária para 50 partes de água. Por exemplo, utilizar 10 ml de água sanitária para 500 ml de água potável.

> Após o tempo de imersão, fazer o enxágue em água corrente e lavar com água e sabão. Depois de lavar a máscara, a pessoa deve higienizar as mãos com água e sabão. A máscara deve estar totalmente seca para sua reutilização. Após secagem, utilize o ferro quente e acondicione em saco plástico.

> Caso a máscara apresente sinais de desgaste, frouxidão ou tenha a funcionalidade comprometida, ela deve ser descartada.

Proteção

> Usar a máscara protege você, familiares, amigos, e também desconhecidos. Cuidar de si é cuidar do outro.

> Tão logo o uso da máscara se tornou obrigatório, os modelos reutilizáveis passaram a ser adotados como uma alternativa segura, econômica e economicamente viável. A máscara reutilizável pode ser adquirida ou confeccionada seguindo modelos disponíveis em tutoriais na internet. Porém, mais importante que o modelo é o tipo do tecido utilizado e os critérios que vão garantir a função protetiva.

> A escolha do tecido deve levar em conta opções antialérgicas e respiráveis, tais como algodão, tricoline e tecido não tecido (TNT). Para garantir a eficiência, é indicado que a máscara tenha três camadas, uma de tecido não permeável na parte frontal, feltro ou outro tipo respirável na parte interna, e algodão na parte em contato com o rosto.

> É imprescindível que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e o nariz e que esteja bem ajustada ao rosto, sem deixar espaços nas laterais.

Ações do documento