Notícias

Unidades do Cate já realizaram mais de 40 mil atendimentos em dois meses de reabertura

Serviços como habilitação do seguro-desemprego e auxílio emergencial são oferecidos desde abril com agendamento pela central 156

De Secretaria Especial de Comunicação

As 14 unidades do Cate – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo da Prefeitura de São Paulo já atenderam mais de 40 mil pessoas desde a reabertura parcial da rede de postos, em 29 de abril. Focado no atendimento à população que está com dificuldade de acessar serviços como a habilitação do seguro-desemprego e o requerimento do auxílio emergencial do governo federal, o Cate ajuda o público que está com agendamento prévio pelos serviços da central 156 ou pelo portal do serviço nos pedidos dos benefícios.

“Retomamos o atendimento do Cate com nove unidades nas regiões periféricas e nesse período ampliamos para 14 unidades, das 24 que estão fechadas. O trabalho foi intersecretarial, em parceria com a Secretaria de Inovação e Tecnologia que intensificou o atendimento pelo 156 e já ultrapassou os 100 mil agendamentos, além de abrir unidades do Descomplica”, explica a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso. “Todas as ações foram planejadas visando reduzir a circulação das pessoas na capital, diante da pandemia pelo coronavírus, preservando as equipes de atendimento e sobretudo buscando ajudar a quem mais precisa em um dos momentos mais críticos da cidade”.

Nesses dois meses foram habilitados 19.265 seguros-desemprego de cerca de 30 mil atendimentos deste serviço. Até o dia 25 de junho o atendimento já tinha tido 34% de aumento em relação ao mês de maio, quando 8.022 habilitações do seguro-desemprego foram realizadas. Os pedidos indeferidos no período foram por falta dos documentos necessários para realizar o serviço ou por impedimentos que só podem ser resolvidos diretamente com os órgãos ligados à Superintendência do Trabalho.

Mais de 8 mil pessoas passaram pelos Cates para realizar o requerimento do auxílio emergencial, desde abril. Por volta de 43% do público atendido conseguiu solicitar o serviço por estar dentro do perfil para receber o benefício do governo federal. No ato do atendimento, a equipe técnica já orienta o cidadão se o auxílio está liberado ou sob análise da Caixa Econômica Federal. Os que tiveram o pedido negado ou não estavam dentro das regras estabelecidas pelo governo federal ou já tinham feito o pedido e buscaram outro suporte nos Cates. “É um significativo número de pessoas que estava impossibilitada de resolver os problemas pessoais por falta de orientação e suporte tecnológico. Agora elas já podem se reorganizar pelo período de abrangência do programa federal”, salienta Aline Cardoso.

Para esta semana são esperados por volta de 5,4 mil pessoas para realizar os serviços de habilitação do seguro-desemprego e o auxílio emergencial. O público é atendido sendo verificados antes se trouxeram toda a documentação necessária para o andamento do serviço. No local, é obrigatório usar máscara e caso o cidadão não esteja com a proteção é oferecida um modelo de tecido e álcool em gel.

Serviço

Agendamento

Central 156 ou pelo portal https://sp156.prefeitura.sp.gov.br

Atende todos os dias, durante as 24h.

Documentos a serem apresentados nas unidades do Cate:

Para quem agendou serviços de Seguro Desemprego:

Para o Trabalhador Doméstico:

1. Documento de Identificação com foto (original ou cópia autenticada)

2. Número do CPF - Cadastro de Pessoa Física;

3. Carteira de Trabalho, com a anotação do contrato de trabalho (versão em papel ou versão digital);

4. Cartão do PIS (Programa de Integração Social), extrato atualizado ou Cartão Cidadão;

5. Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho (TRCT), devidamente acompanhado do Termo de Quitação ou de Homologação.

Para o Trabalhador Formal:

1. Documento de Identificação com foto (original ou cópia autenticada)

2. Número do CPF - Cadastro de Pessoa Física;

3. Carteira de Trabalho, com a anotação do contrato de trabalho (versão em papel ou versão digital);

4. Cartão do PIS (Programa de Integração Social), extrato atualizado ou Cartão Cidadão;

5. Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho (TRCT), devidamente acompanhado do Termo de Quitação ou de Homologação.

6. Documento de levantamento dos depósitos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), ou comprovante de saque do FGTS;

7. Requerimento do Seguro-Desemprego (em duas vias, emitido pela empresa, pelo aplicativo Empregador Web)

Para quem agendou a solicitação do Auxílio Emergencial:

1. Documento de Identificação com foto;

2. Número do CPF;

3. Aparelho de celular com numero ativo para recebimento do código de validação.

4. Caso não seja o único solicitante de seu grupo familiar, apresentar também o número de CPF e data de nascimento das pessoas que compõem seu grupo familiar

Unidades do Cate com atendimento emergencial

Zona Norte

Cate Brasilândia - Av. João Marcelino Branco, 95

Cate Jaçanã - Rua Luis Stamatis, 300

Cate Perus - Rua Ylídio Figueiredo, 349

Cate Santana - Av. Tucuruvi, 808

Zona Sul

Cate Cidade Ademar - Av. Yervant Kissajikian, 416

Cate Interlagos - Av. Interlagos, 6122

Cate Jabaquara - Av. Eng. Armando de Arruda Pereira, 2314

Cate Campo Limpo - Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 65

Zona Leste

Cate Cidade Tiradentes - Rua Milagre dos Peixes, 357

Cate Itaquera - Rua Augusto Carlos Bauman, 851

Cate Sapopemba - Av. Sapopemba, 9064

Cate Itaim Paulista - Av. Marechal Tito, 3012

Cate São Mateus - Av. Ragueb Chohfi, 1400

Zona Oeste

Cate Butantã - Rua Doutor Ulpiano da Costa Manso, 201

Serviços pela internet

Seguro-Desemprego

https://www.gov.br/pt-br/servicos/solicitar-o-seguro-desemprego

Auxilio Emergencial do Governo Federal

https://auxilio.caixa.gov.br/

Ações do documento