Notícias

Unidade de Pronto Atendimento é inaugurada em Pirituba

UPA entregue nesta segunda-feira (14) tem capacidade para 22 mil atendimentos à população

De Secretaria Especial de Comunicação

A população da Zona Norte da capital recebe, nesta segunda-feira (14), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pirituba, que funciona 24 horas por dia.  As UPAS são estruturas concebidas para atender urgências e emergência de média complexidade, uma alternativa a mais entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares, que juntas compõem uma rede organizada de Atenção às Urgências. A UPA priorizará os casos cirúrgicos e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando o diagnóstico inicial, de acordo com cada caso. A nova unidade atenderá os munícipes dos distritos de Pirituba, Jaraguá e São Domingos.

Construída ao lado do Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, a unidade vai qualificar ainda mais o atendimento do Pronto Socorro do Hospital Municipal de Pirituba, uma vez que irá absorver boa parte dos casos de baixa e média complexidade. Com isso, o Pronto Socorro vai atender os casos mais graves e que precisam de retaguarda hospitalar.

“A entrega desta unidade é uma demanda antiga da população e servirá para desafogar o hospital municipal, dando mais qualidade aos atendimentos na área da saúde aqui na região. A Zona Norte de São Paulo que não tinha nenhuma UPA, agora passa a ter esse equipamento de excelente qualidade”, disse o prefeito Bruno Covas, que também lembrou de outras duas unidades que devem ser inauguradas nas regiões de Jaçanã e Perus.

Para a entrega da nova unidade, a Prefeitura de São Paulo investiu o total de R$ 10.862.232,14, com o custo da construção, aquisição de equipamentos, mobiliários e materiais permanentes. A UPA Pirituba será gerenciada pela Organização Social de Saúde (OSS) Associação Paulista Para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e receberá um repasse mensal da administração pública de R$ 3.720.484,61.

Com a entrega da UPA a população contará com profissionais clínicos, cirurgiões, ortopedistas, pediatras, dentistas, enfermeiros, coordenadores na área médica e enfermagem, técnicos de farmácia, gesso e enfermagem, farmacêuticos, assistentes sociais e funcionários da área administrativa.

“Estamos inaugurando hoje a 11ª UPA da capital, um equipamento de enorme importância que passa a fazer parte de todo o sistema de saúde, se integrando ao Hospital Municipal”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido.

Estrutura física
A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pirituba foi construída pela Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) em um terreno de 4.400m². Serão 31 leitos, sendo 16 leitos de observação adulto (8 masculinos e 8 femininos), 7 de observação infantil, 6 leitos de emergência e 2 leitos de isolamento.

No local, os usuários terão à disposição os serviços de: raios-X, eletrocardiografia, avaliação de risco, aplicações de medicamentos, curativo/sutura, inalação, fraldário, farmácia, sala de gesso, serviço social, ouvidoria, banheiros (sendo três infantis e três para pessoas com deficiência), entre outros. No local, haverá também uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Capacidade de atendimento
A UPA Pirituba tem capacidade mensal para, aproximadamente, 22 mil atendimentos médicos, entre eles, clínica médica, cirurgia geral, pediatria e ortopedia, além de 53 mil procedimentos, englobando as coletas laboratoriais, exames de Raio-X, procedimentos odontológicos e medicação.

 

Serviço:
UPA Pirituba
Endereço: Avenida Menotti Laudísio, 100 – Pirituba – Zona Norte

 

Leia também:
Zona Leste ganha terceira Unidade de Pronto Atendimento
UPA Tito Lopes é inaugurada em São Miguel Paulista
Serviço odontológico da UPA Santo Amaro atende cerca de 2 mil pessoas por mês
Nova UPA 24h qualifica o pronto atendimento na região de Santo Amaro
M’Boi Mirim recebe nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Banco de alimentos