Notícias

Trânsito: rodízio de veículos continua suspenso na capital

Medida é por tempo indeterminado. Zona Azul está suspensa em um raio de 300 metros de unidades de saúde.

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, informa que o rodízio para veículos leves continua suspenso por tempo indeterminado na capital. A Prefeitura segue monitorando atentamente a movimentação de veículos e no sistema de transporte coletivo por ônibus em toda a cidade e anunciará novas medidas, caso seja necessário.A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informa que não há vias bloqueadas devido à situação de pandemia nem quarentena.

Desde 23 de março, a Zona Azul está suspensa em um raio de 300 metros de unidades de saúde, como hospitais, ambulatórios, UBS, UPA, AMA, pronto-socorro, dentre outros estabelecimentos que prestem atendimentos de urgência e emergência. O objetivo é auxiliar o atendimento da população e o deslocamento dos profissionais de saúde para o enfrentamento da pandemia de covid-19.

No restante da cidade, a Zona Azul continua vigente e a cobrança vem sendo feita normalmente. O Cartão Azul Digital - CAD pode ser utilizado em toda área de estacionamento rotativo (Zona Azul) na cidade e deve ser usado para regularizar o estacionamento do veículo sempre que a placa de sinalização apresentar a mensagem "OBRIGATÓRIO CARTÃO AZUL". A comercialização do CAD é feita através de 15 aplicativos habilitados no mercado, além de pontos de venda cadastrados pelas empresas credenciadas pela CET.

Todas as medidas já adotadas no trânsito e na mobilidade da cidade em função do enfrentamento à pandemia podem ser consultadas no site da CET: www.cetsp.com.br.

A SPTrans orienta que motoristas, cobradores e demais funcionários de operadoras de ônibus reforcem seus cuidados pessoais, lavando sempre as mãos a cada viagem realizada. Para evitar aglomerações, a SPTrans sinalizou a distância de 1 metro entre os usuários nas plataformas para aguardar o embarque nos terminais. A SPTrans também determinou o aumento da frequência da limpeza dos banheiros de terminais, reforço na higienização dos ônibus, em especial nos pontos de contato, como balaústres. 

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Operação comida na mesa