Notícias

Sorriso na Máscara leva conscientização com alegria aos terminais de ônibus da capital

Palhaços de perna de pau e mímicos dão dicas de cuidados, respeito ao distanciamento social e doação de máscaras aos passageiros

De Secretaria Especial de Comunicação

Do alto de sua perna de pau o artista circense, Jonatas Machado, ajuda a alegrar a rotina dos passageiros que passam diariamente pelos terminais de ônibus da SPtrans. Ele e outros artistas mudaram de palco durante a pandemia e agora levam dicas de higiene, importância do distanciamento social e doam máscaras de proteção facial aos passageiros nos 27 terminais da capital.

“Estou nos terminais como Folia - o perna de pau, conscientizando as pessoas do uso da máscaras e o distanciamento social, para elas não ficarem aglomeradas na fila, usarem a máscara corretamente, as que não têm ou estão usando de forma incorreta, eu dou uma máscara nova”, conta Jonatas.

O projeto Sorriso na Máscara é uma ação artística de orientação à população que busca também ajudar a classe artística, diretamente atingida pela suspensão das apresentações artísticas em locais públicos e privados em várias partes do mundo.

“Por já estar há bastante tempo em quarentena e sem trabalhar, no início eu fiquei um pouco assustado, mas depois que vi o quanto é um ato caridoso e gentil, eu me tranquilizei. Por estar na perna de pau, eu estou respeitando o distanciamento, eu estou a mais de 1,5 metro das pessoas”, explica o ator.

A iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura (SMC) e parceria da SPtrans, une a necessidade de ações didáticas de conscientização para a prevenção da covid-19 com a urgência de se pensar em alternativas criativas e inovadoras para apoiar o setor cultural, evitando a sua paralisação.

Sobre os cuidados pessoais, Jonatas também destaca a sua parte. “Eu uso um spray que mata 99,9 dos vírus e bactérias em toda a roupa e equipamento. A máscara, por ser pintada com o sorriso, eu sempre troco. O risco é meu e de todo mundo que está no terminal, então tomo todos os cuidados possíveis para cuidar de mim e de todos”, enfatiza.  

Na alegria e no riso tirado de cada passageiro, o artista consegue passar as informações necessárias sobre os cuidados.

“Eu falo, brinco e tiro sorriso e é aí que consigo passar a informação importante. As pessoas devem usar a máscara do momento que saem de casa até voltarem, sem tirar em momento algum, sem coçar olhos, nariz e boca”, finaliza.

Leia também:

Coronavírus: Confira as principais notícias publicadas no site da Prefeitura

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Família Acolhedora

Ver agenda completa