Notícias

Serviço Especializado de Abordagem Social às Pessoas em Situação de Rua recebe aprimoramento técnico e novos coletes

Orientadores socioeducativos receberam treinamento em vários encontros para qualificação de abordagens

De Secretaria Especial de Comunicação

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) apresentou nesta sexta-feira (2) os novos coletes para orientadores socioeducativos responsáveis por abordagens para pessoas em situação de rua na cidade de São Paulo. Cerca de 400 profissionais receberam também os certificados de participação de aprimoramento técnico, após uma série de encontros. A entrega foi realizada pelo vice-prefeito e secretário-chefe da Casa Civil,Bruno Covas, e pelo secretário de Assistência e Desenvolvimento Social,Filipe Sabará.

É a primeira vez que a secretaria oferece um curso de aperfeiçoamento com certificado para o do Serviço Especializado de Abordagem Social às Pessoas em Situação de Rua (SEAS) e a previsão é que a capacitação aconteça de seis em seis meses. O Aprimoramento Técnico dos Orientadores do SEAS teve início em setembro de 2017 e durou cerca de dois meses, no qual foram realizados diversos encontros com a finalidade de aperfeiçoar o atendimento aos orientadores.

“É um dia muito feliz para a SMADS porque fizemos um longo processo de capacitação com estes agentes. Quero agradecer a todos os membros, funcionários e colaboradores do SEAS. É um trabalho muito importante pra nossa cidade, especialmente para a população em situação de rua que tanto necessita da criação de vínculos e de uma abordagem mais humana”, afirmou Sabará.

O primeiro tema discutido foi “Trabalho Socioeducativo: uma abordagem para além do vínculo”, na qual foram debatidas questões sobre comprometimento e ajuda aos orientadores para que possam trabalhar com as pessoas em situação de rua para além do vinculo básico, aproximando e humanizando a relação – colocando em prática o programa Vida Nova. Durante a série de encontros, ainda foram abordados temas como abuso de drogas e redução de danos, desaparecidos, consultórios de rua, saúde mental, direitos humanos, mulheres e idosos em situação de rua, deficientes em situação de rua, aprimoramento na escuta, cuidando de quem cuida, a articulação de rede, o papel da Coordenadoria de Atendimento Permanente e de Emergência, público LGBT e egressos profissionais.

Os conhecidos coletes também foram renovados por meio de doação das Lojas Riachuelo. São 1.915 novas peças que serão distribuídas para as 24 equipes do Serviço Especializado de Abordagem Social; a cor amarela fluorescente, com fitas refletivas, ajuda na identificação das equipes em meio às abordagens e também na segurança dos orientadores.

Ações do documento

Vídeos

SPLICA - Cinema com o Spcine Play

Ver agenda completa