Notícias

Saúde aplicará doses remanescentes em crianças de 5 a 11 anos sem comorbidades

Pais devem cadastrar os filhos na Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência no bairro. Vacinação para crianças com comorbidades, deficiências e indígenas começou hoje (17)

De Secretaria Especial de Comunicação

Pais com crianças de 5 a 11 anos sem comorbidades podem cadastrar seus filhos na fila para doses remanescentes de Pfizer Pediátrica antiCovid nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de referência no seu bairro, a partir desta segunda-feira (17).

“Se tivermos doses remanescentes nas nossas unidades, os pais com crianças de 5 a 11 anos sem comorbidades podem se inscrever, deixar o nome, que eles serão chamados”, explicou o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

“Como a gente recebeu um lote pequeno de vacinas e a gente tem praticamente o dobro de crianças para serem vacinadas, vai acabar sobrando pouco. Mas, mesmo assim, a gente não pode correr o risco de perder qualquer dose”, completou o secretário.

O cadastramento é feito mediante a apresentação do endereço e um telefone para convocação. Ao final do dia, caso a unidade de Saúde tenha doses remanescentes, os responsáveis pela criança serão acionados.

Vacinação de Crianças

Especificamente para a vacinação do público atual (crianças com idade entre 5 e 11 anos que possuem comorbidades ou deficiência permanente - física, sensorial ou intelectual – e as indígenas aldeadas), a imunização acontece nas UBSs, das 8h às 19h.

As crianças devem estar acompanhas por um responsável maior de 18 anos e apresentar documento de identificação (preferencialmente CPF), carteirinha de vacinação, comprovante de condição de risco para os comórbidos (exames, receitas, relatório ou prescrição médica físicos ou digitais, contendo o CRM do médico e com até dois anos de emissão) e comprovante da deficiência para os deficientes permanentes (laudo médico, cartão de gratuidade no transporte público, documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência).

Acesse a página Vacina Sampa e veja todos os detalhes da vacinação contra o coronavírus na cidade de São Paulo.

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Educomunicação

Ver agenda completa