Notícias

São Paulo é cenário de megaprodução de Keanu Reeves

Filmagens da série Conquest são o resultado de articulação da Prefeitura de São Paulo, por meio da SPCine, e Governo do Estado, com o apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa

De Secretaria Especial de Comunicação

Segundo maior destino de filmagens da América Latina, a cidade de São Paulo recebe a megaprodução internacional Conquest. Dirigida pelo cineasta inglês Carl Erik Rinsch e produzida pelo ator Keanu Reeves e a produtora Gabriela Rosés Bentanco, a  série é ambientada em um futuro distópico e retrata a metrópole como um local de acolhimento humanitário de refugiados. 

 A vinda da produção, que já iniciou as filmagens na cidade, é resultado de articulação feita pela São Paulo Film Commission, setor da Spcine responsável por atrair filmagens para a capital. As tratativas tiveram início em maio de 2018, quando a produtora da obra procurou a Spcine para obter informações sobre a infraestrutura de filmagem em São Paulo.

 As negociações resultaram na visita, em abril deste ano, do ator Keanu Reeves, do diretor-escritor Carl Erik Rinsch e da produtora Gabriela Rosés Bentancor à capital.  Na ocasião, os três reuniram-se com o governador do Estado, João Doria Jr., o prefeito, Bruno Covas,e  o secretário municipal de Cultura, Alexandre Youssef. Também foram realizados encontros com a diretora-presidente da Spcine, Laís Bodanzky, e o secretário estadual de Cultura, Sérgio Sá Leitão.

 A articulação para oferecer a melhor infraestrutura para a produção, sem impactar negativamente a dinâmica da cidade, envolveu nove secretarias municipais. Também fizeram parte do processo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET),  subprefeituras e a Guarda Civil Metropolitana, além dos setores de iluminação  e limpeza urbana. A filmagem envolve cerca de 800 pessoas, entre equipe, elenco e figuração. A produtora O2 Filmes é a responsável por oferecer o serviço de produção local.

 Impacto positivo nos segmentos de hotelaria, alimentação e transporte

 Em apenas três anos de atuação, a São Paulo Film Commission recebe cerca de 1 mil filmagens por ano.  Já atendeu mais de 2,5 mil obras audiovisuais, incluindo produções internacionais como as séries Sense8 e Black Mirror. Além do setor audiovisual, a produção de grande porte impacta economicamente nos segmentos de hotelaria, alimentação e transporte.

 “Enquanto parte da classe politica acha que se deve diminuir o investimento público na área da cultura, porque esta é uma questão de pão e circo, a cidade de São Paulo reafirma seu compromisso com investimento nesse setor, porque entende que é uma área estratégica para a geração de emprego, renda e para o desenvolvimento da economia criativa”, declarou o prefeito Bruno Covas, na abertura do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, realizado na última quarta-feira (14), no Teatro Municipal.

 

 

Ações do documento

Vídeos

SPlica - Cursos Grátis no Portal do Cate