Notícias

Saiba o que há por trás da carga mental das mulheres

Pensar continuamente nas atividades que precisam ser realizadas podem provocar essa sobrecarga emocional

De Secretaria Especial de Comunicação

A mulher acorda cedo e já pensa que precisa preparar o café da manhã da família. Se trabalha fora, antes de sair, se preocupa em deixar a casa em ordem, filhos encaminhados, as refeições pré-preparadas. Com as donas de casa não é diferente, pois a lista de afazeres domésticos a serem executados é infinita. A tarefa de fazer a gestão, organização e planejamento das atividades domésticas, tomadas de decisões e de cuidado com os filhos, historicamente atribuída às mulheres, é chamada de carga mental.

É o trabalho invisível de planejar as compras necessárias para a casa, a organização do cardápio e preparo dos alimentos, os reparos domésticos e necessidades de manutenção, limpeza e organização da casa, planejamento da agenda de compromissos, necessidades escolares dos filhos, dentre outros.

Quando não compartilhada igualmente entre o casal, a carga mental pode ocasionar uma grande sobrecarga emocional para as mulheres, com possibilidade de outros agravos em saúde mental, como a Síndrome de Burnout, um quadro causado pela exaustão extrema e que está sempre relacionado ao trabalho. Pode desencadear também alterações de sono, irritabilidade, estresse, problemas de memória, pois se soma à realização do trabalho em si, além das tarefas de planejamento e organização.

Como reconhecer o problema e reduzir os efeitos
Uma boa conversa entre o casal pode ser determinante para a identificação do problema e combinação de estratégias de enfrentamento. Medidas simples como deixar afixado em local visível a lista de compras, para que ambos completem quando identificarem as necessidades, ajuda bastante.

Compartilhar as tarefas de manutenção doméstica, fazer o agendamento de contas em débito automático e combinar com o outro uma divisão justa de afazeres que inclua todo o processo de planejamento e organização e não apenas a execução dos serviços e que facilitem o processo de organização da casa minimizam os impactos da carga mental nas mulheres.

Uma boa manutenção da saúde mental envolve diversos aspectos do autocuidado, como manter uma alimentação adequada e rotina de sono, praticar atividades físicas, desenvolver práticas de espiritualidade (caso haja interesse) e manter relações sociais saudáveis. Uma vida saudável e equilibrada irá garantir o gerenciamento apropriado do estresse e a manutenção da saúde mental.

Consultoria: Área Técnica de Saúde Mental da Secretaria Municipal da Saúde (SMS)

Ações do documento