Notícias

Reunião na sede da Prefeitura apresenta avanços do projeto Redenção

Encontro aconteceu na manhã desta quarta-feira (14) para debater as ações na região da Luz

De Secretaria Especial de Comunicação

O prefeito João Doria, o secretário estadual da Segurança Pública, Mágino Alves, Ministério Público, Defensoria Pública e OAB se reuniram nesta quarta-feira (14) com integrantes de diferentes áreas envolvidas com o projeto Redenção para a apresentação dos principais avanços na região da Luz. Mais de 40 pessoas participaram da reunião de trabalho. O conjunto de ações desenvolvidas pelos governos municipal e estadual para inibir o tráfico de drogas contribuiu para o aumento da procura pelos serviços oferecidos aos dependentes químicos.

Para atender a demanda, está prevista a abertura de mais 280 novas vagas emergenciais de assistência social na região. Na última quinta-feira (8), a Prefeitura entregou um novo espaço do projeto Redenção para acolhida e atendimento de dependentes químicos na Luz. Localizada em um estacionamento disponibilizado pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) na Rua General Couto de Magalhães, a Unidade Emergencial de Atendimento tem capacidade para acolher 150 pessoas ao longo do dia e 100 pessoas para pernoite. 

Nos últimos dias, a unidade tem preenchido o número total de vagas para pernoites. Por isso, a unidade receberá mais 20 vagas. Além disso, serão criados mais dois equipamentos emergenciais, também na região central, com a mesma estrutura, oferecendo espaços de descanso, leitos, refeitórios, além de banheiros masculinos e femininos com chuveiros elétricos. 

“O projeto Redenção tem sido um sucesso, o acolhimento, a partir das abordagens qualificadas dos dependentes químicos que estavam na região da Cracolândia, que não existe mais, e que agora se encontram no entorno, sempre sendo abordadas por equipes da assistência social e da saúde, tanto do município quanto do estado, e encaminhadas para acolhimento e internações”, afirma o secretário municipal da Assistência e Desenvolvimento Social, Filipe Sabará. “Nós estamos conseguindo abordar e  abrigar essas pessoas e oferecer para elas uma condição de vida muito melhor do que elas têm hoje”, completa Wilson Pollara, secretário municipal da Saúde.

Na Praça Princesa Isabel, passou a funcionar uma unidade de acolhimento de saúde, onde já opera um ambulatório médico e haverá cerca de 60 leitos de pré-internação. Em 26 de maio, começou a funcionar o CAPS Redenção, unidade com dois psiquiatras de plantão 24 horas.

A próxima reunião do comitê do projeto Redenção está marcada para 19 de julho, também na sede da Prefeitura de São Paulo.

Segurança
Para aumentar a segurança na área, cinco câmeras foram instaladas e há quatro ônibus de vigilância. As ações continuam com a presença da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Guarda Civil Metropolitana no local para impedir o tráfico de drogas.

“Nós utilizamos todos os recursos disponíveis na Prefeitura. O dronepol, um recurso da Secretaria de Segurança Urbana, tem sobrevoado a região, mapeado todas as ações das nossas equipes multidisciplinares”, diz José Roberto Oliveira, secretário municipal de Segurança Urbana.

A Prefeitura de São Paulo iniciou um projeto para melhorar a iluminação pública das ruas e praças históricas da capital. O serviço começou pelo entorno da Luz, que teve 45 luminárias instaladas em postes do modelo LP19/400W. Nas duas primeiras etapas da ação, realizada pelas equipes do Departamento de Iluminação Pública da cidade (ILUME), os serviços executados foram feitos nas ruas Guaianases, Helvetia, Coração de Jesus e Dino Bueno, além da Praça Princesa Isabel. Todo o material utilizado foi retirado do almoxarifado do ILUME.

Leia também:
Prefeitura marca nova reunião sobre projeto Redenção com a sociedade civil
Abordagens a usuários quintuplicam nesta semana na região da Luz
Prefeitura e governo de SP fazem ação na Praça Princesa Isabel
Prefeitura instala Unidade Emergencial de Atendimento a dependentes químicos na Luz
Prefeitura inicia projeto para melhorar iluminação no Centro da cidade
Prefeitura de SP reúne representantes religiosos para debater Nova Luz