Notícias

Relatório semestral da Faixa Azul aponta que projeto piloto é um redutor de sinistros de trânsito

Fora da Faixa Azul a ocorrência de sinistros é 133% superior do que dentro da faixa

De Secretaria Especial de Comunicação

O Projeto Piloto da Faixa Azul para motocicletas completou seis meses de operação na Avenida 23 de Maio, sentido Aeroporto, com resultados positivos: nenhuma morte envolvendo motos, e a redução dos sinistros de trânsito e da lentidão em 55,2% no trecho.

A equipe técnica da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) ao longo dos seis meses utilizou a UPS, Unidade Padrão de Severidade. Na UPS são atribuídos pesos aos sinistros pela sua importância. O sinistro com danos materiais é o menos importante. Já aquele  gerador de óbito é o mais relevante. A severidade é ainda relativizada ao volume de veículos e à extensão da via, para a análise dos dados e conclusões.

Na Avenida 23 de Maio, no 1º semestre, na área da Faixa Azul, ocorreram 13 sinistros sem vítimas, 16 sinistros com vítimas, 1 atropelamento de pedestre e nenhum óbito. Na mesma 23 de Maio no sentido Aeroporto, mas fora da área da Faixa Azul, ocorreram 17 sinistros sem vítimas, 13 com vítimas, nenhum atropelamento e nenhum óbito. O número de dias da amostra é 182 (um semestre); e a extensão da Faixa Azul é de 5,5 Km.

O resultado da análise trouxe um aspecto extremamente positivo para o Projeto Piloto: o número de sinistros em UPS/milhão de veículos/km fora da faixa azul é 133% maior do que dentro da faixa, ou seja, ao utilizar a Faixa Azul, reduzimos consideravelmente os sinistros e possíveis óbitos no trânsito.

Além disso, foi possível perceber a redução da lentidão na Avenida 23 de Maio. Na comparação com o ano de 2019, quando a circulação na cidade estava normal, houve quedas nas médias de lentidão para todos os meses analisados até o momento, chegando ao índice de 55,2% de redução, frente aos 21,8% do mês anterior.

O índice de utilização da Faixa Azul permaneceu em 78% durante todo o semestre.

As descrições dos sinistros ocorridos na Faixa Azul, na sua maioria, mencionam veículos que mudaram de faixa repentinamente cruzando a faixa azul, levando um ou mais motociclistas à queda, ou seja, a falta do uso da seta e o movimento brusco dos veículos causaram os sinistros.

A CET já solicitou para a SENATRAN autorização para a expansão da Faixa Azul e aguarda a deliberação do órgão.

Histórico

A Faixa Azul, que funciona no trecho entre a Praça da Bandeira e o Complexo Viário Jorge João Saad, foi aberta oficialmente no dia 25 de janeiro de 2022. De lá para cá, os técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vêm realizando o monitoramento diário dos índices de lentidão e acidentalidade com o objetivo de averiguar a funcionalidade da nova sinalização.

SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo
Telefones: 3113-8835/ 3113-8831
E-mail:imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Acervo de vídeos
Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Operação comida na mesa