Notícias

Recursos para nova ponte na Zona Oeste da Marginal Tietê estão garantidos no orçamento

Prefeito Bruno Covas confirmou início das obras durante visita à Subprefeitura da Freguesia do Ó

De Secretaria Especial de Comunicação

Reinvindicação antiga da população das zonas Norte e Oeste, a ponte para interligação entre as regiões de Pirituba e da Lapa deve ser entregue à cidade no segundo semestre de 2020. O Prefeito Bruno Covas confirmou, na tarde desta quinta-feira (16), durante visita à Subprefeitura da Freguesia do Ó, na Zona Norte, que os recursos para a obra estão garantidos. “Nós assinamos recentemente a ordem de serviço. Os recursos já estão reservados para a obra e a expectativa é que, no máximo, em duas semanas sejam iniciados os trabalhos”, confirmou. As obras do corredor de ônibus no trecho da ponte devem acabar em dezembro de 2021, também segundo o prefeito.

Serão investidos R$ 386,5 milhões para a ponte e o corredor de ônibus, oriundos do Fundo de Multas e do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb). Há também a previsão da chegada de recursos da Operação Urbana Consorciada Água Branca, que dependem de liberação pela Câmara Municipal. “De qualquer forma, temos garantido o necessário para toda a obra da ponte e, caso os recursos da Operação Água Branca cheguem, poderemos deslocar o reservado para outras finalidades na cidade”, acrescentou. Covas também mencionou a assinatura, em breve, de um empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento, da ordem de US$ 100 milhões, para a área da saúde, reformando todos os equipamentos da cidade, como Assistência Médica Ambulatorial (AMAs) e unidades básicas de saúde (UBS), que precisam de algum tipo de ajuste. Uma lista com os equipamentos a serem reformados está sendo elaborada.

Freguesia do Ó
Durante a passagem na Subprefeitura da Zona Norte – região que deve receber neste sábado a edição do Programa Mutirão nos Bairros. O prefeito, acompanhado da subprefeita Sandra Santana, da Secretária Municipal do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso, e do secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, recebeu lideranças locais e esclareceu sobre as políticas e planos da Prefeitura para vários temas.

Ciclofaixas
“Estamos realizando audiências públicas em cada região, para que a população ajude e opine sobre como devem ser as ciclovias e avaliar o estudo que a Secretaria Municipal de Transporte fez, com a intenção em relação alteração e ampliação das ciclovias em São Paulo”, disse o prefeito.

Usuários de drogas
“A Prefeitura tentou internações compulsórias, mas foi proibida pelo Ministério Público. A ação que fazemos é de internação voluntária. É preciso convencer a pessoa a aceitar o tratamento. Ainda assim, tivemos 9 mil internações nos últimos dois anos, em 43 mil atendimentos para tentar convencer as pessoas. O programa Redenção melhorou muito a situação e deve avançar ainda mais. É por isso que nos próximos dias devemos sancionar a Lei Municipal de Combate a álcool e Droga. Porque a cada gestão, alguém interrompe o que estava sendo feito. Um problema de saúde crônico não é resolvido em 4 anos. É preciso ter uma legislação permanente”, afirmou Covas.

Pessoas em situação de rua
“Também não podemos obrigar a pessoa a sair da rua. Temos de convencê-la a ir para abrigos da Prefeitura. Estamos ampliando em 2.000 vagas de república para pessoas em situação de rua. Eles mesmo preferem este sistema de república, porque participam das regras e das normas. É um trabalho que ajuda a recuperar a autoestima e recolocar as pessoas no mercado de trabalho. Já recuperamos mais de 3.000 pessoas nesta condição. São pessoas que já estão trabalhando, pagando o próprio aluguel”, disse Bruno Covas.

Após a conversa, o prefeito e a subprefeita assinaram termos de compromisso para adoção de seis praças no bairro. Os endereços devem ser publicados em breve no Diário Oficial do Município.

Neste sábado, o bairro recebe zeladoria e um pacote com diversos serviços oferecidos pela Prefeitura, desde atendimentos das secretarias de Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, até ações da Secretaria de Cultura e atendimentos de serviços de Saúde, da Cohab e vários outros.

Ações do documento

Vídeos

Como solicitar o tapa-buraco

Ver agenda completa