Notícias

Quarentena: Prefeitura autoriza funcionamento de novos setores

Bares, restaurantes, salões de beleza e barbearias poderão funcionar de acordo com protocolos sanitários

De Secretaria Especial de Comunicação

Com quinze dias na fase amarela do Plano São Paulo, a capital paulista irá autorizar o funcionamento restrito e com regras os bares, restaurantes, salões de beleza e barbearias, de acordo com os protocolos que serão assinados neste sábado (4). O anúncio foi feito nesta sexta-feira (3) pelo prefeito Bruno Covas e pelo governador João Doria, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes. Trata-se da quinta atualização do painel de fases da retomada econômica do Plano SP e a quarentena por causa da covid-19 está mantida até o próximo dia 14 de julho.

Na última sexta (26), o Governo do Estado recomendou que as prefeituras da capital e as sub-regiões do ABC e de Taboão da Serra só liberassem o atendimento presencial em salões de beleza e barbearias, bares e restaurantes a partir do dia 6 de julho, e assim foi seguido pelo município. “A capital permanece agora, já por sete dias consecutivos, na fase amarela e nos cinco índices que o Estado de São Paulo utiliza para classificar uma região, nós temos tido bons resultados”, explicou o prefeito Bruno Covas. 

De acordo com o Plano SP, nesta etapa amarela, os bares, restaurantes e salões de beleza poderão funcionar com 40% da capacidade e expediente diário de até seis horas.

“São Paulo continuará seguindo as orientações da medicina e da ciência. Sem concessões a ideologias, pressões ou propostas populistas”, afirmou o governador João Doria. “Todos nós queremos deixar para trás essa tempestade, mas a travessia ainda não terminou. Por isso, não podemos e não vamos relaxar. Continuamos recomendando que as pessoas, se puderem, fiquem em casa. Principalmente as pessoas dos grupos de maior risco, com mais de 60 anos e comorbidades. E os que tiverem que sair, sempre usem máscara”, acrescentou Doria.

Para a reabertura de novos setores, a Prefeitura de São Paulo vai assinar os protocolos com os setores neste sábado (4). “Amanhã, na assinatura, nós teremos a versão final do protocolo e a versão final das regras que serão observadas por esses setores, dadas as limitações colocadas pelo Estado de São Paulo” explicou o prefeito.

Também a partir da próxima segunda-feira (6),  os setores que já funcionavam na fase 2 (laranja) terão as suas atividades ampliadas em duas horas, passando de quatro para seis horas de funcionamento. 

“No Plano SP nós fazemos classificações das regiões a cada duas semanas. Então, a nossa próxima classificação, que vai substituir a classificação do dia 29 de junho será realizada na próxima sexta-feira. Mas nós temos um compromisso com vocês, a cada sete dias, se for necessário, realizar uma classificação extraordinária para o endurecimento de medidas em regiões que precisem passar pela etapa de alerta, ou fase vermelha”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patrícia Ellen.

Leia também:
Coronavírus: Confira as principais notícias publicadas no site da Prefeitura


Ações do documento