Notícias

Programa de “De Braços Abertos” tem nova entidade gestora

De Secretaria Especial de Comunicação

O programa “De Braços Abertos”, da Prefeitura de São Paulo, voltado a dependentes químicos da região da Luz, tem nova entidade responsável pela gestão da frente de trabalho e moradia em hotéis da região. A Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias (Adesaf) foi a vencedora do chamamento público para celebração de convênio. O objetivo da parceria é promover a reabilitação psicossocial  de pessoas em situação de vulnerabilidade social e uso abusivo de drogas.



O convênio com a Adesaf terá duração de 12 meses, a partir da data de assinatura, podendo ser prorrogado nos termos da legislação vigente. O custo mensal será de R$ 815 mil para pagamento das despesas, como a contratação de profissionais e os auxílios e subsídios aos beneficiários do programa. A Adesaf vai substituir a Organização Brasil Gigante, contratada no início do ano em caráter emergencial.



As secretarias municipais de Assistência e Desenvolvimento Social, do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo e de Saúde farão atendimentos aos beneficiários do programa em suas respectivas áreas.



À Adesaf caberá realizar as ações previstas no convênio, como resgatar a autoestima e cidadania, promover a inclusão social e informar os beneficiários sobre os danos causados pelo uso do crack e outras drogas. A associação também vai supervisionar, acompanhar e controlar a ocupação das vagas de hospedagem dos beneficiários.



O programa “De Braços Abertos” continuará a ser executado na cidade de São Paulo, priorizando o fluxo de pessoas que frequentam a região da Luz, conhecida como Cracolândia. Se durante a execução do convênio outras regiões com as mesmas características da Luz forem identificadas, os trabalhos poderão ser ampliados.



A Prefeitura de São Paulo não trata locais onde ocorre uso público de drogas como “cracolândias”, pois cada região ou aglomeração tem características diferentes com relação à renda, exclusão social, acesso a moradia e serviços de saúde. Na região do Parque D. Pedro, por exemplo, o perfil das famílias cadastradas levou à negociação e criação de um programa específico, sem ligação direta com o dependência química, chamado Autonomia em Foco.



“De Braços Abertos”


Iniciado em janeiro deste ano, após acordo com moradores de 147 barracas que ocupavam as ruas Helvetia e Dino Bueno, o programa “De Braços Abertos” atende, atualmente, 422 beneficiários cadastrados. Por meio do programa, a Prefeitura oferece moradia em sete hotéis, três refeições diárias, oportunidade de emprego com renda de R$ 15 por dia, além de tratamento contra o vício com acompanhamento.



Veja aqui e veja o edital de chamamento, a retificação ao edital e a ata da sessão do chamamento público que considerou a Adesaf como vencedora.

São Paulo na TV

Programa Alimento Saudável - SME

Ver agenda completa