Notícias

Prefeitura receberá R$ 45 milhões do governo estadual para abertura de vagas em creches

Investimentos foram anunciados nesta segunda-feira (10) em reunião de integração entre secretários municipais e estaduais

De Secretaria Especial de Comunicação

A ampliação do atendimento em creches na capital receberá R$ 45 milhões em recursos do governo estadual. A parceria foi anunciada nesta segunda-feira (10) após a segunda reunião de integração entre secretários municipais e estaduais, realizada no Palácio dos Bandeirantes, zona sul. Os investimentos serão usados no programa Nossa Creche, que tem a meta inicial de zerar fila de 65,5 mil crianças até março de 2018.

“Estamos cedendo áreas e prédios do Estado, que o Dr. [José Renato] Nalini e o Alexandre Schneider estão definindo para a Prefeitura. Assim a Prefeitura ganha tempo, pois receberá um prédio já adaptado”, afirmou o governador, Geraldo Alckmin.

Nesta parceria, a Prefeitura deve providenciar a estrutura física e a condução dos serviços. A primeira etapa da expansão equivale à abertura de 410 novos Centros de Educação Infantil (CEIs), se considerar o atendimento médio de 160 crianças. O custo mensal de um convênio que atenda 160 crianças está hoje entre R$ 93 mil e R$ 104 mil, variação gerada pelas despesas com aluguel.

Outra possibilidade de cooperação para a ampliação da rede de creches é a doação de imóveis do governo estadual para a Prefeitura. Em quatro anos, o programa Nossa Creche pretende abrir 96 mil novas vagas na rede pública municipal para crianças de 0 a 3 anos até 2020.

A cidade de São Paulo possui uma população de 659 mil crianças entre 0 e 3 anos (IBGE/Fundação Seade, 2015). Desse grupo, por volta de 44% estavam matriculados em um estabelecimento de educação infantil, público ou privado, em 2015. A rede municipal registrava 284.179 crianças dessa faixa etária matriculadas no fim de 2016.

Manutenção
Além dos investimentos em educação infantil, Doria anunciou um trabalho conjunto para a manutenção dos imóveis das escolas da rede municipal.

“O convênio prevê a pintura 1828 escolas públicas municipais por reeducandos do sistema prisional. A Prefeitura, com doações do setor privado, vai fornecer tinta e material necessário e o governo do estado vai pintar todas as escolas públicas municipais, áreas externas e áreas internas”, afirma Doria.

A expectativa é que a nova pintura seja realizada em todas as unidades até o fim de 2017.

São Paulo na TV

Centro Temporário de Acolhimento

Ver agenda completa