Notícias

Prefeitura promove Jornada do Patrimônio 2020 com atividades on-line e presenciais

Com mais de 1.000 atividades, o evento gratuito acontece entre os dias 4 e 6 de dezembro

De Secretaria Especial de Comunicação

Com o objetivo de valorizar a memória da cidade e estimular o acesso da população ao patrimônio cultural, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, promove a Jornada do Patrimônio 2020. Com o tema “Nossa cidade, nossas memórias”, a iniciativa tem o intuito de jogar luz sobre as experiências cotidianas das pessoas na capital, evidenciando pensamentos e particularidades de indivíduos comuns em seus diversos territórios, dos diversos lugares de fala e suas relações com as transformações na maior cidade da América Latina. São cerca de 1.100 atividades, online e presenciais.

Inspirada na Journées Européennes du Patrimoine, evento anual que une os 50 estados da Convenção Cultural Europeia, a Jornada do Patrimônio promove a abertura de imóveis históricos tombados à visitação pública, com programação de visitas mediadas, palestras e oficinas, além da realização de roteiros de memória temáticos. Neste ano, por conta da pandemia do covid-19, acontecem também atrações on-line, e as atividades presenciais seguem todos os protocolos de higiene e distanciamento social estabelecidos pela Vigilância Sanitária.

Entre os destaques, está o Café com História. Com direção de Georgette Fadel, o projeto promove cinco encontros com atores interpretando personagens históricos da cidade, proporcionando uma verdadeira viagem no tempo. São eles: Mário de Andrade (Rodrigo Mercadante), Lina Bo Bardi (Vera Lamy), Anita Malfatti (Cris Rocha), Mãe Sylvia de Oxalá (Thais Dias) e Piolin (Fabio Resende). Todos os “cafezinhos” acontecem no dia 5 (sábado), em diversos pontos da cidade.

Também no dia 5, às 11h, acontece a inauguração oficial da estátua de Tebas (1721-1811), na Praça Clóvis Beviláqua (Centro). Entregue no Dia da Consciência Negra, o Monumento a Joaquim Pinto de Oliveira homenageia o arquiteto negro, que chegou a ser escravizado, e foi responsável pelo Chafariz da Misericórdia, na rua Direita, demolido em 1866. A solenidade conta com a presença do grupo afro-afirmativo Ilú Inã e do cantor-compositor Aloysio Letra. Às 17h, a Biblioteca Mário de Andrade promove um bate-papo com os artistas criadores Lumumba e Francine Moura, com participação especial de Abílio Ferreira e Rita Teles e abertura com o curador e coordenador geral da Jornada do Patrimônio, Higor Advenssude.

Para contestar as homenagens aos bandeirantes espalhadas pela cidade e ressignificá-las, o projeto “Monumento pra quem?”, do Coletivo Coletores, do artista indígena Denilson Baniwa e da artista visual Kelly Carvalho, propõe uma performance com projeção mapeada na estátua de mais de 10 metros de altura do Monumento a Borba Gato. A intervenção acontece dia 5.

Em diversos pontos da cidade, acontece a Ocupação Nossas Memórias. Ao todo, obras de 10 fotógrafos paulistanos, de diversos lugares de fala, serão espalhadas em diversos pontos da cidade, como relógios, pontos de ônibus, estações de metrô e terminais. Os artistas que fazem parte desse projeto são Marcio Salles, Elena Moccagatta, Camila Svenson, Georgia Niara, Pétala lopes, Vitor Monteiro, Rodrigo Capote, Isiz Aguiar, Jonas Felipe e PC Pereira.

Já as visitas aos imóveis tombados acontecem de maneira virtual. Cada um dos imóveis inscritos e cadastrados para participação na Jornada disponibilizou um vídeo simulando uma visita guiada pelo imóvel, contando particularidades históricas e detalhes sobre a construção e arquitetura do local. Além disso, a Jornada conta também com uma série de palestras online.

A Spcine realiza um tour virtual por pontos históricos do centro da cidade que foram cenários de diversas produções cinematográficas ao longo dos anos. Inclui entrevistas da presidente da Spcine, Laís Bodanzky, com profissionais do audiovisual contando suas experiências filmando nesses locais. Além disso, a SpcinePlay exibe, gratuitamente, o documentário O Grande Cortejo da Memória Paulistana. O registro documenta o cortejo realizado na Jornada do Patrimônio de 2019.

Veja a programação completa acessando o site da Jornada do Patrimônio ou clicando aqui.

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Merenda Escolar Sustentável