Notícias

Prefeitura promove curso de português para imigrantes

Projeto Portas Abertas é estendido para imigrantes de todas as nacionalidades

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo promove, a partir do próximo dia 20 de março, um curso gratuito de português para imigrantes, em unidades de ensino nas Zonas Leste, Sul e Norte. O curso é aberto para todas as nacionalidades e os interessados devem fazer as inscrições nas próprias unidades em que pretendem assistir as aulas (ver relação abaixo).

A capacitação é realizada por meio do projeto Portas Abertas, uma iniciativa das secretarias municipais de Direitos Humanos e Cidadania e de Educação, com o objetivo de oferecer curso de português contínuo para imigrantes na Rede de Municipal de Ensino. E assim, garantir os direitos para a população imigrante da cidade de São Paulo, propiciando sua inserção no mercado formal de trabalho, além de promover a sua regularização migratória.

O projeto também conta com a cooperação do Centro de Línguas da FFLCH da USP, para a capacitação dos professores e a elaboração do material didático. O curso será ministrado por professores efetivos da rede municipal de ensino, devidamente capacitados.

COMO SE INSCREVER:
As inscrições devem ser feitas, sempre, diretamente na escola escolhida para assistir as aulas até o final do semestre letivo. Para efetuar a matrícula basta apresentar quaisquer tipos de documentos de identificação (serão aceitos aqueles emitidos no Brasil ou mesmo no país de origem). É necessário ainda apresentar, na secretaria da escola onde pretende frequentar as aulas, a ficha de inscrição preenchida (download aqui) e um comprovante de residência. Caso não possua este último, pode ser preenchida a declaração de residência (download aqui), também para entrega na secretaria da escola. Para obter o certificado de cada módulo é necessário que os alunos tenham comparecido a pelo menos 75% das aulas durante o semestre.

Somente professores efetivos da Rede Municipal de Ensino podem dar aulas no curso - para tanto, é necessário participar de uma formação específica, oferecida conjuntamente entre a SME, SMDHC e o Centro de Línguas da Universidade de São Paulo.

Para sanar eventuais dúvidas e outros questionamentos a respeito do programa, acesse aqui nossa lista de perguntas e respostas mais comuns a respeito do Portas Abertas.

Para obter mais informações basta clicar aqui.

Vídeos

Plano de combate ao mosquito Aedes Aegypti