Notícias

Prefeitura promove ações de conscientização pela vida no trânsito em oito vias da capital

Iniciativa faz parte do movimento de conscientização sobre segurança viária lançado pela administração municipal na última sexta-feira (29/11)

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo promove nesta segunda-feira (02/12), a partir das 13h, uma ação para conscientização dos motoristas que trafegam em grandes vias da capital.

A iniciativa integra o movimento de conscientização sobre segurança viária lançado pela administração municipal na última sexta-feira (29/11) e contará com grupos de 10 pessoas empunhando bandeiras brancas e exibindo uma faixa nos principais cruzamentos da cidade.

O movimento acontece nas seguintes vias:

- Avenida Faria lima x Avenida Rebouças

- Avenida Paulista x Rua Augusta

- Avenida Celso Garcia x Largo da Concórdia

- Avenida Santo Amaro x Avenida Roberto Marinho

- Avenida Berrini x Shopping Morumbi

- Avenida Cruzeiro do Sul com a rodoviária do Tietê

- Rua Boa Vista

- Largo Penha

Sobre o Movimento pela Vida Segura no Trânsito

Lançado pela administração municipal na última sexta-feira (29/11), o movimento de conscientização sobre segurança viária, tem o objetivo de mobilizar e engajar a população nos esforços para a redução do número de mortes e acidentes no trânsito. Ao longo de 2018, a capital paulista registrou 828 ocorrências fatais, que vitimaram 849 pessoas.

A ação, que envolve a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT), a Secretaria do Governo Municipal (SGM) e a Secretaria Especial de Comunicação (Secom), conta com uma campanha de comunicação, com investimento de R$ 20 milhões e duração de sete meses. A mensagem principal será o slogan “Hoje Não: um Movimento pela Vida Segura no Trânsito”, baseada no Plano de Segurança Viária – Vida Segura, apresentado pela Prefeitura em abril e que tem como objetivo transformar São Paulo em uma das cidades com tráfego mais seguro do mundo.

O Vida Segura é baseado nos conceitos de Visão Zero e Sistemas Seguros, que partem da premissa de que nenhuma morte no trânsito é aceitável e que todo mundo, inclusive o poder público, deve assumir sua responsabilidade para a redução dos acidentes. Criado na Suécia em 1997, o Visão Zero já é usado como referência em cidades como Nova York, Cidade do México e Bogotá. Em São Paulo, este projeto está contemplado no Plano de Metas da Prefeitura (2019-2020).

Entre as mídias programadas para a campanha estão filmes de 30 e de 60 segundos para televisão aberta e fechada, spots de 30 segundos para rádios e boletins de dez segundos estimulando o respeito aos limites de velocidade, à sinalização de trânsito e alertando sobre práticas perigosas como dirigir após ingestão de bebida alcoólica e o uso do celular ao volante. Também haverá veiculação da campanha na mídia impressa (jornais e revistas), digital (sites na internet), redes sociais e ações de impacto (intervenções em mobiliários urbanos), com o objetivo de promover a conscientização.

A campanha será dividida em três fases. A primeira delas é de mobilização. Nesta semana, entre os dias 26 e 28 de novembro, 849 pontos de ônibus da cidade foram identificados, cada um, como “VÍTIMA Nº XXX” – representando o total de mortos no trânsito em 2018 – para chamar a atenção para a campanha, hoje revelada.

A segunda fase, que começa ainda neste mês de dezembro, visa a proteção aos motociclistas. Em 2018, o número de óbitos de motociclistas em acidentes de trânsito, pela primeira vez, ultrapassou a quantidade de pedestres que morreram atropelados em São Paulo. Foram 366 vítimas fatais que estavam em motos, ante 349 pessoas a pé. E, pelo histórico de fragilidade do pedestre no trânsito, o respeito aos pedestres será abordado na terceira fase da campanha de Segurança Viária, no primeiro semestre de 2020.

Leia também

Prefeitura lança Movimento pela Vida Segura no Trânsito

Ações do documento

Vídeos

SPlica - Retomada consciente na fase amarela