Notícias

Prefeitura prepara chamamento público para renovação de contratos dos CEDESP

Contratos de 32 unidades, das 60 existentes na cidade, têm vencimento no mês de outubro

De Secretaria Especial de Comunicação

O prefeito Bruno Covas anunciou que a Prefeitura se prepara para publicar editar de chamamento público para prestação de serviços em unidades do CEDESP, Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo. Os centros atendem jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social e oferecem capacitação para diferentes habilidades. Os contratos de 32 unidades das 60 existentes na cidade têm vencimento para o próximo mês de outubro.

O anúncio foi feito durante a formatura da turma mais recente do CEDESP da Obra Social Dom Bosco, em Itaquera, na Zona Leste, na noite desta quinta-feira (11).

“É muito importante, até porque nós temos várias pessoas em situação de dificuldade, de morador de rua até criança que sofre abuso, e é importante ter programas sócias para atender  a toda essa população, mas nada muda mais a realidade das pessoas do que a garantia do emprego. Poder ter a sua renda e levar dinheiro para a família, essa é a grande transformação social que a gente deseja e é por isso que temos parcerias com obras sociais, para capacitar cada vez mais os nossos jovens”, destacou o prefeito. “O padre achou que estávamos querendo acabar com os CEDESP e não é isso. O que nós queremos é ter garantia de que o dinheiro vai ser bem gasto e que teremos mais cursos profissionalizantes na cidade de São Paulo. Por isso eu trouxe uma cópia do chamamento público para que possamos renovar os convênios dos CEDESP que nós temos”, disse o prefeito, conversando com o padre Rosalvino Morán, fundador e responsável pela Obra Social Dom Bosco. A organização é referência na região promovendo a formação integral de crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos e famílias por meio de parceria com a Prefeitura de São Paulo.

Covas mencionou também que a Prefeitura investe cerca de R$ 100 milhões por ano nos CEDESP e que o sistema tem de ser constantemente revisto para que a administração pública tenha comprovações do investimento desses recursos. “Esse tipo de parceria permite que a Prefeitura atue em todas as regiões de São Paulo. Sem essas parcerias não seria possível atender a todos os jovens”, mencionou.

“Apesar de todas as adversidades e dificuldades que a cidade de São Paulo enfrenta e o Brasil enfrenta, vocês hoje tornam real o nosso hino brasileiro que diz ‘verás que um filho teu não foge à luta’”, comentou o prefeito. “vocês são vencedores e estão aqui para receber o diploma que merecem e que sem sombra de dúvida representa o fruto de um esforço que vocês fizeram para poder receber este diploma”, acrescentou. São atendidos pelo sistema mais de 11 mil usuários, com idades entre 15 e 59 anos. A Obra Social Dom Bosco mantém 40 cursos profissionalizantes, que já formaram 40.610 pessoas, desde 1993, em alguma profissão, de técnicos em mecatrônica a cabeleireiros.

“Hoje mesmo tivemos uma outra reunião na Prefeitura para que possamos em breve resolver um outro grande problema, estamos buscando recursos extra para poder garantir o passe para os estudantes do CEDESP”, finalizou o prefeito.

Ações do documento

Vídeos

SPLICA - Cartão do Idoso

Ver agenda completa