Notícias

Prefeitura irá instalar dois mil leitos de baixa complexidade no Pacaembu e no Anhembi

Objetivo é atender a população no combate ao coronavírus. Novos hospitais de campanha poderão ser implementados em outras regiões da capital.

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo irá instalar dois mil leitos de baixa complexidade para atender pacientes com suspeita de infecção pelo novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Covas na manhã desta sexta-feira (20/03), durante agenda no Hospital de Parelheiros.

“Nesses espaços nós poderemos fazer o acompanhamento da população que não se encontra numa situação de alto risco, mas precisa de uma atenção do poder público”, disse o prefeito Bruno Covas.

Dos dois mil leitos, 200 serão implementados no estádio do Pacaembu, que será adaptado para receber os pacientes. Os outros 1.800 leitos serão no Complexo do Anhembi.

“Vamos adaptar esses dois espaços, um deles cedido pelo novo concessionário do Pacaembu, que estará pronto em duas semanas. Já as 1.800 vagas no Anhembi estarão prontas em até três semanas”, destacou o prefeito Bruno Covas, em agradecimento à parceria com outros órgãos.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, com essas medidas as ações da Prefeitura de São Paulo entram num novo estágio para o combate ao coronavírus. “Faremos grandes hospitais de campanha para abrigar as pessoas que ainda não estão agravadas nos nossos hospitais para poder internar as pessoas que precisam das UTIs. É uma nova fase. São iniciativas de um enorme impacto do ponto de vista de saúde pública”, afirmou.

As vagas nesses locais serão reguladas e disponibilizadas para pessoas que estão sendo atendidas em UBS e em hospitais.

Novas estruturas como essas também poderão ser montadas em outras regiões da cidade, caso seja necessário.

 

Ações do documento