Notícias

Prefeitura entrega UBS Jardim Aeroporto totalmente revitalizada, em novas instalações

Imóvel dispõe de consultórios para atendimentos pediátricos, ginecológicos e psiquiátricos

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), entregou nesta terça-feira (23) as novas instalações da Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Aeroporto - Dr. Massaki Udihara, na Zona Sul da capital. O prefeito Ricardo Nunes destacou o compromisso da gestão em atender bem a população com responsabilidade fiscal.

“Essa UBS é o exemplo de que estamos acertando no trabalho e fazendo mais com menos recursos e, principalmente entregando os equipamentos”.

Durante discurso foi anunciado o lançamento de licitações de mais uma etapa de obras de R$ 52 milhões, com parte de recursos vindos do financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Segundo o secretário da Saúde, Edson Aparecido serão mais quatro obras na Zona Sul: no Parque Santo Antônio, Cidade Dutra, Jardim Reimberg e Jardim São Bernardo e mais duas na Zona Leste: reforma em São Miguel e construção da UBS Parque das Flores, no extremo de São Mateus, na Terceira Divisão.

Para o prefeito, tão importante quanto construir e entregar os equipamentos é a manutenção da unidade. Ricardo Nunes citou como exemplo, a unidade no Jardim Aeroporto reinaugurado hoje.

“O custeio dessa UBS será de R$ 345 mil mensais. Para manter os serviços de saúde com qualidade, o orçamento da área aumentou de R$ 8 bilhões para R$ 13 bilhões”, explicou Nunes.

Novo local

Com fluxo de atendimento estimado em 2.496 consultas mensais, a UBS, que ficava na rua Vieira de Morais, 1.752 e que ganhou uma nova sede, na rua Viaza, 50, oferece os serviços de clínica médica, ginecologia, pediatria e psiquiatria. A UBS Jardim Aeroporto contará com mais de 50 profissionais e será gerenciada pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS). A nova instalação dispõe de 52 salas e o atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

A população terá à disposição uma equipe de saúde bucal e duas equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF). “A saúde na cidade de São Paulo está avançando muito, mas com passos firmes, fortes e com muita qualidade, não, somente, quantidade”, garantiu o prefeito ao se referir à ampliação dos serviços, no que tange ao atendimento odontológico e à ESF.

"É muito bom saber que existe um equipamento assim, com tantos serviços, pertinho de casa. Dá mais tranquilidade para a gente que mora aqui na região", disse Maria Rosalina Mateus.

Mesmo durante o período de transição, iniciado em 16 de novembro de 2020, a UBS permaneceu em funcionamento. Para reformas e adequações no novo prédio foram destinados R$ 136.372,78 e mais R$ 198.570,96 para móveis e equipamentos. O custeio mensal da UBS é de R$ 345.570,98.

“Para a administração municipal, o significado dessa mudança é o respeito às pessoas, ao dinheiro público; é o respeito à qualidade dos serviços, que é nossa obrigação fazer, sobretudo para a população mais vulnerável”, disse o secretário da Saúde.

Avança Saúde

A obra foi financiada com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), dentro do programa Avança Saúde SP. O investimento total no programa Avança Saúde SP é de US$ 200 milhões (cerca de R$ 1 bilhão), dos quais US$ 100 milhões (R$ 500 milhões) financiados junto ao BID e o restante como contrapartida da Prefeitura de São Paulo.

O Avança Saúde SP é um programa de reestruturação e requalificação das redes assistenciais da cidade de São Paulo que tem como objetivo ampliar e aprimorar cada vez mais os serviços municipais do Sistema Único de Saúde (SUS) para a população.

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Saúde Pós Covid-19

Ver agenda completa