Notícias

Prefeitura entrega 122 apartamentos para famílias que viviam em área de risco às margens de córrego no Butantã

Revitalização faz parte do Programa de Urbanização de Favelas, que já recebeu investimento de R$ 1,47 bilhão, e colocou fim a problemas de mais de 30 anos na Viela da Paz

De Secretaria Especial de Comunicação

Mais 122 famílias de alta vulnerabilidade social, que até pouco tempo atrás viviam em área de risco na capital, à beira de um córrego, receberam ontem as chaves do apartamento que vão poder chamar de seu. Elas foram contempladas pelo Programa de Urbanização de Favelas, da Prefeitura de São Paulo, e agora passam a morar em um imóvel de 42 m², com dois quartos, sala cozinha, banheiro e área de serviço, no Residencial Viela da Paz, no Butantã, Zona Oeste.   

Com foco na urbanização e a regularização fundiária de áreas degradadas, ocupadas desordenadamente e sem infraestrutura, o Programa de Urbanização de Favelas, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Habitação, já beneficiou mais de 30 mil famílias de todas as regiões da cidade entre 2021 e 2023 e recebeu investimento de R$ 1,47 bilhão. Atualmente há 30 obras de urbanização na cidade que, quando concluídas, beneficiarão mais de 21 mil famílias. 

Ao entregar o Condomínio D do Residencial Viela da Paz na manhã desta quarta-feira (30), o prefeito Ricardo Nunes ressaltou saber da importância desse momento na vida dessas pessoas. “Cada sonho e cada realização me tocam profundamente. Agora as pessoas que moravam aqui, na Favela Viela da Paz, passarão a ter uma condição melhor de moradia”, afirmou o prefeito. 

Essa é a atual realidade de Terezinha de Jesus Neves, que aguardava por este momento havia anos e agora vai dividir sua alegria com a filha, o genro e os dois netos. Vamos morar todos juntos. Nunca tive casa própria. Quero receber os amigos para tomar um café, conversar. É uma fase de muita comemoração”, afirmou a dona de casa. 

Os 122 apartamentos estão distribuídos por nove pavimentos do prédio, que conta ainda com um playground e seis áreas de lazer, sendo duas cobertas, três descobertas e uma outra com equipamentos de ginástica. Foram investidos R$ 131,6 milhões no empreendimento.  

O Residencial Viela da Paz é composto por seis torres, com 562 unidades habitacionais no total. A primeira torre, com 96 apartamentos, foi entregue em dezembro de 2016. Outras duas foram inauguradas em 2018 e mais duas em 2021.  

O secretário municipal de Habitação, Milton Vieira, reforçou que essa área, antes degradada, passa a contar com melhorias como redes de distribuição de água, coleta de esgoto e drenagem, além da canalização de um córrego e toda a pavimentação viária. “O espaço foi todo revitalizado. É uma longa história que se tornou um sonho realizado”, enfatizou. 

Ele lembrou que a remoção das 992 famílias da beira do córrego, que começaram a ocupar a área em 1993, começou em 2010 e foi concluída em 2015. As famílias deveriam ser mantidas na área, após sua revitalização, e atualmente 562 foram reassentadas no Conjunto Viela da Paz e as outras 383 seguem em auxílio aluguel até o atendimento definitivo com unidade habitacional.  

Fotos

Fala do prefeito

Imagens de apoio

SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo
E-mail:
 imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br
Facebook I Twitter I Instagram I TikTok I YouTube I Acervo de Vídeos I LinkedIn

Ações do documento