Notícias

Prefeitura doa 100 mil máscaras para a população se proteger do coronavírus

Ação foi realizada nesta sexta-feira (15) no Centro e no Extremo Leste da capital

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura entregou nesta sexta-feira (15) as primeiras 100 mil máscaras produzidas pelo programa Costurando pela Vida, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. Duas ações intersecretariais ocorreram nesta manhã. A primeira, no Complexo Prates, localizado no Centro, e a segunda no Parque das Flores, Extremo Leste da capital.

“Esse programa de produção de máscaras tem como objetivo ajudar os empreendedores, costureiras e artesãs a gerarem renda neste momento de pandemia em que muitas pessoas perderam seu trabalho, além de aumentar a proteção da população mais carente contra o coronavírus”, explicou a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

No Complexo Prates, equipamento da Prefeitura que atende dependentes químicos em situação de rua e vulnerabilidade social, foram distribuídas quatro máscaras por pessoa.

De acordo com a secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Berenice Giannella, “a iniciativa é uma forma de garantir a proteção das pessoas, para que elas possam conviver respeitando o distanciamento social e interagindo sem risco”.

Durante a ação que ajuda a prevenir o contágio do coronavírus, agentes da Prefeitura entregaram máscaras para a população que também está sem moradia, atendida pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.

Já no Parque das Flores, no extremo Leste de São Paulo, a Secretaria Municipal de Habitação realizou ação do programa Cidade Solidária junto às famílias da região. Foram entregues para a comunidade local 750 cestas básicas e mais 20 mil máscaras.

“As máscaras são barreiras eficientes de proteção contra o vírus. Desta forma, a prefeitura vem fazendo a distribuição das máscaras, priorizando também comunidades carentes e conjuntos habitacionais com alto número de moradores ”, comentou o secretário municipal de habitação, João Farias.

Costurando pela Vida

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, abriu em 30 de abril edital no valor de até R$ 3 milhões para selecionar microempresas, empresas de pequeno porte, microempreendedores individuais e cooperativas para a confecção de 1 milhão de máscaras de algodão, seguindo o padrão adotado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os equipamentos serão distribuídos para servidores municipais que estão na linha de frente e a população em situação de vulnerabilidade.

As empresas selecionadas estão cadastradas no banco de dados da pasta para a aquisição dos equipamentos, podendo ser contratadas por outras secretarias e órgãos municipais. As primeiras 100 mil máscaras foram pagas com recursos da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.

Para participar, é necessário enviar os documentos solicitados no edital para o e-mail trabalhosp@prefeitura.sp.gov.br . Os pedidos de credenciamento e os documentos de habilitação serão analisados pela Coordenadoria do Trabalho e a lista dos credenciados é publicada semanalmente no Diário Oficial.

Ações do documento