Notícias

Prefeitura de São Paulo e SP Negócios firmam acordo com o setor privado para viabilizar o polo de confecções na Zona Leste

Programa de incentivo fiscal terá plano exclusivo para atrair empresas para a região e gerar postos de trabalho

De Secretaria Especial de Comunicação

O prefeito Bruno Covas assinou nesta terça-feira, 11, o termo de cooperação técnica que prevê a promoção e o desenvolvimento de um polo de confecções na Zona Leste. O objetivo deste acordo é atrair as empresas para a região, por meio de incentivo fiscal, e aumentar a oferta de emprego nas regiões mais periféricas da cidade de São Paulo.

“Essa assinatura é mais ação conjunta da Prefeitura de São Paulo com o setor privado para encontrar soluções mais práticas para os problemas da cidade", afirmou o prefeito.

Além das entidades empresariais, estiveram presentes na reunião o presidente da SP Negócios, agência municipal de promoção de investimentos e exportações, Juan Quirós, e representantes da ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção).

“Existe um grande potencial para a geração de milhares de novos empregos por meio de um polo de confecções na Zona Leste. Além disso, a instalação de empresas do setor na área incentivada vai reduzir a distância entre o trabalhador e o local de trabalho, já que a região é a mais populosa da cidade, o que contribuirá para a melhoria da mobilidade urbana e, consequente, na qualidade de vida das pessoas”, explica Juan Quirós, presidente da SP Negócios.

O programa de incentivo fiscal da Zona Leste beneficia os setores empresariais intensivos em mão de obra, como o de confecções, que terá plano exclusivo para a atração de empresas devido ao grande número de postos de trabalho que gera. A Abit representa, apenas na cidade de São Paulo, 8 mil empresas que empregam 475 mil pessoas direta e indiretamente.