Notícias

Prefeitura abre novo edital do Costurando pela Vida para adquirir 1 milhão de máscaras de pequenos empreendedores

Equipamentos produzidos serão distribuídos para servidores municipais que estão atuando durante a pandemia

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo abriu nesta quinta-feira, 30 de abril, um novo edital no valor de até R$ 3 milhões para selecionar microempresas, empresas de pequeno porte, microempreendedor individuais e cooperativas para a confecção de 1 milhão de máscaras de algodão, seguindo o padrão adotado pela Anvisa. Os equipamentos serão utilizados por servidores municipais, em especial os atendentes e a população que for ao Cate, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, que abriu nesta semana nove unidades para auxiliar as pessoas na obtenção do auxílio emergencial e do seguro-desemprego. 

A estimativa é que cada máscara tenha um custo final de até R$ 3,00. “Além da produção das máscaras, que irão colaborar fortemente com a segurança de quem está na linha de frente dos serviços públicos e a população mais carente, essa ação se soma a diversas outras da Prefeitura que tem como foco o apoio ao pequeno empreendedor que precisa gerar renda neste momento de desaceleração econômica em virtude do combate à pandemia do coronavírus”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso. 

As inscrições estarão disponíveis até o fim da pandemia do coronavírus, tendo em vista a necessidade cada vez maior do uso de máscaras durante o período de isolamento social. Os interessados deverão se inscrever no edital, informando a quantidade mínima e máxima de máscaras que poderão fornecer. 

Para participar, é necessário enviar os documentos solicitados no edital para o e-mail trabalhosp@prefeitura.sp.gov.br. Os pedidos de credenciamento e os documentos de habilitação serão analisados pela Coordenadoria do Trabalho. A lista dos credenciados será publicada semanalmente no Diário Oficial. As propostas indeferidas poderão interpor recurso, no prazo de cinco dias úteis, após a publicação no documento. 

Reabertura dos Cates 

Desde o dia 29 de abril, nove unidades do Cate - Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo foram reabertas para apoiar a população mais impactada pela crise econômica causada pelo coronavírus. São prestados serviços às pessoas que estão com dificuldade para habilitar o seguro-desemprego e também acessar o auxílio emergencial do governo federal. 

Para que não haja aglomeração de pessoas nas unidades dos Cates, o atendimento será feito exclusivamente pela central telefônica da Prefeitura no número 156 e também no portal do 156 na internet. As pessoas que comparecerem às unidades do Cate sem agendamento prévio não serão atendidas e receberão a orientação de ligar para o 156 e marcar seu atendimento, voltando em outro dia. 

Confira o edital completo clicando aqui.

Ações do documento

Vídeos

SPlica - Atendimento no Cate

Ver agenda completa