Notícias

Prefeitura anuncia retomada e ampliação da Operação Delegada

Vagas por dia serão ampliadas. Valor pago aos policiais militares passará a R$ 28 por hora para oficiais e R$ 24 para praças

De Secretaria Especial de Comunicação

O prefeito João Doria anunciou nesta segunda-feira (12) a retomada e a ampliação da Operação Delegada, que passa a contar com 1.200 vagas por dia para policiais militares interessados em participar das atividades, além do reajuste do valor pago por hora para R$28 a oficiais e R$24 a praças. O último reajuste neste valor havia sido em 2015.

As vagas para os guardas-civis que participam da Diária Especial por Atividade Complementar (DEAC) aumentam de 450 para 950. A remuneração dos profissionais passa de R$ 22,65 por hora para R$ 25,50 até subinspetores e R$ 28 para inspetores da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

Com a assinatura do novo convênio, a operação passa a se chamar Programa de Fiscalização de Posturas Municipais, deixando de ser restrito apenas ao combate do comércio irregular. Agora, o policial militar que aderir ao programa poderá atuar também no combate à pichação, descarte irregular de lixo, pessoas que urinam em via pública, além da proteção ao agente público vistor.

“Segurança passou a ser prioridade na nossa gestão e é por isso que nós investimos, acreditamos e apoiamos o trabalho da Guarda Civil Metropolitana”, disse o prefeito João Doria. 

A Operação Delegada é realizada em regiões críticas de São Paulo desde 2009, em convênio com o Governo do Estado, para combater, principalmente, o comércio ambulante ilegal. O número de policiais participantes vinha caindo nos últimos anos. A capital contava, ao longo de 2017, com a participação de cerca de 750 policiais militares por dia. O pagamento era de R$ 25,50 por hora trabalhada para oficiais e R$ 21,25 para praças.

Com o acréscimo dessas novas vagas, a operação poderá ser retomada em locais estratégicos em todas as regiões da cidade e chegará a pontos não atingidos em anos anteriores. “Com o aumento do efetivo e da gratificação, todos os Comandos de Policiamento de Área (CPAs) da cidade serão contemplados”, diz o secretário municipal de Segurança Urbana, José Roberto Rodrigues de Oliveira. Também será reforçada a operação na região do Brás e da Rua 25 de Março. As vagas são disponibilizadas por Comando de Policiamento de Área e a inscrição dos policiais é voluntária.

Mais uma novidade é que as vagas não preenchidas poderão ser utilizadas em outros dias, como em datas comemorativas e grandes eventos. No convênio anterior, as vagas diárias não utilizadas em caso de faltas, por exemplo, eram perdidas. Agora, o convênio é anual, o que permite este uso em outras datas.

Os policiais que participam da ação passarão a utilizar um colete com a caracterização da Operação Delegada. Eles devem cumprir escalas definidas pela Polícia Militar, usam farda, viaturas, arma, colete de proteção da corporação e estão completamente protegidos diante de qualquer situação de risco, inclusive com seguro e assistência médica.

Vias com Operação Delegada

Atualmente, as ações estão concentradas em vias das Prefeituras Regionais da Sé, Mooca, Santo Amaro, Vila Mariana, Santana, Pinheiros, Lapa e Jabaquara. Na Sé, os policiais militares participam de ações nas ruas 25 de Março, Florêncio de Abreu, José Paulino, Santa Ifigênia, São Bento, avenidas Paulista e Liberdade, além de outras vias do Centro Novo e Centro Velho da capital. Já na Mooca, a ação é concentrada no Largo da Concórdia e nas ruas Oriente, Tuiuti, Bresser, Monsenhor de Andrade, Taquari, entre outras vias.

O Largo 13 de Maio e a Praça Floriano Peixoto são monitorados em Santo Amaro. Na Vila Mariana, a operação acontece na Rua Domingos de Moraes. Em Santana, na Rua Voluntários da Pátria. No perímetro da Prefeitura Regional de Pinheiros, as ruas Cardeal Arcoverde e Oscar Freire recebem são beneficiadas com a ação. Na Lapa, a Rua 12 de Outubro e, no Jabaquara, as avenidas Santa Catarina e Engenheiro Armando Arruda Pereira.

Leia também

Prefeitura vai convocar todos os aprovados em concurso da GCM de 2013

Vídeos

Plano de combate ao mosquito Aedes Aegypti