Notícias

Prefeitura adota serviço de agendamento online para o CadÚnico

Até o momento, 52 unidades do CRAS contam com o serviço, que chega, ainda em janeiro, aos últimos dois centros, Casa Verde e Cachoeirinha

De Secretaria Especial de Comunicação

O prefeito Bruno Covas, acompanhado pelo secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, José Castro, vistoriou nesta quinta-feira (10) o processo de agendamento online para atendimentos relacionados ao Cadastro Único (CadÚnico) dos programas sociais no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Lapa, na Zona Oeste.

Segundo o prefeito Bruno Covas, a informatização da rede de atendimento vem sendo feita gradativamente. “Ainda em 2017 nós implementamos o agendamento de consultas na área da saúde por meio de um aplicativo e agora chegamos na assistência social. Também estamos digitalizando e informatizando todos os processos. Hoje, 90% dos processos que entram na Prefeitura são de forma eletrônica”, disse.

Atualmente 52 Centros de Referência estão contemplados com a ferramenta. Até o fim de janeiro, os CRAS Casa Verde e Cachoeirinha contarão com o serviço e a Prefeitura cumprirá a automatização em seus 54 centros. O investimento foi de R$ 21 mil reais. Aproximadamente 100 mil pessoas já realizaram o agendamento online. 

Acesso facilitado

Disponível no endereço http://agendacadunico.prefeitura.sp.gov.br, o serviço permite ao munícipe a escolha de dia, hora e local para o atendimento. O agendamento é feito em quatro etapas: após a identificação, o cidadão deve selecionar os serviços que deseja  escolher o endereço mais próximo ou mais conveniente. Na terceira fase, são escolhidos data e horário. Por fim, é exibida uma tela de confirmação.

A iniciativa permite autonomia ao munícipe e agiliza o acesso aos serviços disponíveis nos CRAS.

Para o secretário José Castro, a oferta do agendamento online é  resultado de trabalho contínuo da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, que tem como objetivo aprimorar os serviços aos cidadãos de uma das maiores redes socioassistenciais da América Latina.

“A iniciativa possibilita democratizar o atendimento, a fim de garantir dignidade e respeito com os munícipes, desde o primeiro contato”, afirma.

Na cidade de São Paulo, o CadÚnico conta com mais de 1,3 milhão de famílias, que participam dos principais programas como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Renda Cidadã e Leve Leite, além de benefícios como Tarifa Social de Energia Elétrica, Prestação Continuada/Lei Orgânica de Assistência Social, Ação Jovem, Passe Livre Estudantil e ID Jovem.

Em 2018, o atendimento médio mensal foi de 56.000 famílias. A atualização cadastral representou 81% dos serviços realizados.

Funcionamento dos CRAS

A SMADS conta com uma rede de 54 CRAS espalhados pela cidade. Esses equipamentos são a entrada à rede socioassistencial e funcionam como unidades básicas do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). As unidades são responsáveis por executar os serviços, programas e projetos sociais desenvolvidos por todas as esferas de governo.

Instalados prioritariamente em áreas de maior vulnerabilidade, configuram-se como locais públicos estatais de base territorial. O objetivo é prevenir a ocorrência de situações de risco social, por meio do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, além da ampliação e garantia do acesso aos direitos de cidadania.

Os CRAS estão submetidos à gerência das 32 unidades de Supervisão de Assistência Social (SAS).

 

Vídeos

São Paulo 465 anos

Ver agenda completa