Notícias

Prefeitura realiza ação fiscal em shopping na região da Avenida Paulista

Iniciativa faz parte da Operação Comércio Legal lançada em 2018

De Secretaria Especial de Comunicação

Atualizado em 15/04/2019 às 13h15

A Prefeitura de São Paulo iniciou nesta segunda-feira (15) uma ação fiscal em um shopping para conter a comercialização de itens ilegais e sem nota fiscal na Avenida Paulista, na região central da capital. A iniciativa faz parte da Operação Comércio Legal e conta com o apoio de agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

“Recebemos um relatório na semana passada que apontava a venda de produtos piratas em 13 dos 53 boxes desse espaço. Essa é a 15ª intervenção desde o lançamento da Operação Comércio Legal lançada em novembro de 2018”, disse o prefeito Bruno Covas.

A estimativa é que cerca de 3 toneladas de produtos sejam aprendidas durante a operação, que deve ir até o final da tarde desta segunda.. Foram apreendidos óculos, bolsas, relógios, carteiras, cintos, camisetas, entre outros itens com logos de grandes marcas. O material será encaminhado para os galpões da Subprefeitura Sé.

“Hoje se abre a operação fiscal que pode culminar com o fechamento desse espaço já que a legislação municipal prevê que constatada a venda de produtos piratas pode-se chegar ao fechamento do espaço. Vamos aguardar o trâmite legal”, destacou o prefeito.

A Prefeitura permanece no local com a presença de cerca de 30 agentes da GCM, com o apoio de 6 motos, 6 viaturas e 3 caminhões da Subprefeitura.

Sobre a Operação Comércio Legal

Lançada em novembro de 2018 para coibir a presença de ambulantes ilegais e melhorar a mobilidade na região do Brás, a ação já realizou 15 intervenções em diversas regiões da cidade.

“As ações realizadas com nossos parceiros resultaram na apreensão de cerca de 500 toneladas de produtos”, disse o coordenador da operação, Fábio Lepique.


Ações do documento

Vídeos

SPLICA - Transferência de Multas

Ver agenda completa