Notícias

Prefeito vistoria início das obras de conjunto habitacional para 600 famílias no Itaim Paulista

Empreendimentos Manuel Bueno 1 e 2 terão seis torres com elevadores e acessibilidade, além de área de lazer, e atenderão pessoas cadastradas pela Cohab-SP

De Secretaria Especial de Comunicação

O prefeito João Doria, o secretário municipal de Habitação, Fernando Chucre, e o presidente da Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP), Edson Aparecido, vistoriaram neste sábado (13) o início das obras dos conjuntos habitacionais Manuel Bueno 1 e 2, no bairro Jardim São Luís, distrito de Itaim Paulista, na Zona Leste. O empreendimento beneficiará 600 famílias.

As unidades habitacionais serão construídas em uma área de 13.983,5 m2, distribuídas em dois condomínios com três torres em cada. As torres terão o térreo e mais 12 andares. Serão oito apartamentos por andar, que terão entre 48 m2e 48,5 m2. A área total construída será de 36.212,54m2.

O conjunto atende aos critérios de acessibilidade e contará com elevadores em todas as torres, além de área de lazer coberta e descoberta, área ajardinada e vagas para carros e bicicletas. A demanda do empreendimento atenderá famílias faixa 1 (renda de até R$ 1.800)cadastradas no site da Cohab-SP.

O investimento para a construção é de cerca de R$ 60 milhões. A parceria para a viabilização desse empreendimento ocorreu entre Ministério das Cidades, Caixa Econômica Federal, Governo do Estado e Prefeitura de São Paulo.

O decreto de interesse social (DIS) foi publicado em junho de 2013, e a Cohab-SP conseguiu dar início ao processo de desapropriação do terreno em abril de 2015.  O valor do terreno foi de R$ 5.386.577,61, pagos entre 2015 e 2016 com recursos vindos do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb).

O prazo de entrega de todo empreendimento está estimado para setembro de 2019. A expectativa é que a construção empregue 300 operários até o final das obras.

Em dezembro de 2017, o Ministério das Cidades autorizou a contratação para a construção de mais 600 moradias populares na capital paulista, totalizando 2.500 unidades autorizadas no mês pelo governo federal pelo Programa Minha Casa Minha Vida, o equivalente a 13% do total liberado desde o início do programa em 2009.

Com as obras em andamento, o município contabiliza mais de 14,8 mil apartamentos em construção e outras 12 mil moradias com financiamento garantido.

• Moradias concluídas em 2017: 1.782 unidades

• Em obras: 14.874 unidades

• Com garantia de financiamento: 12.042 unidades

• Total: 28.698 unidades com financiamento garantido, em obras ou concluídas

São Paulo na TV

Região de Jaçanã/Tremembé recebe mutirão de serviços.

Ver agenda completa