Notícias

Prefeito inaugura recapeamento na Avenida Braz Leme feito pelo programa Asfalto Novo

Via na Zona Norte recebeu recape em 3.700 metros de sua extensão

De Secretaria Especial de Comunicação

O prefeito João Doria inaugurou neste sábado (10) as intervenções de recapeamento feitas na Avenida Braz Leme, na Zona Norte de São Paulo. As obras foram realizadas entre 21 de dezembro de 2017 e 2 de fevereiro de 2018, com a requalificação da via em 3.700 metros (88.800 m²) da sua extensão, por meio do programa Asfalto Novo, que está promovendo ações de recape em todas as regiões da cidade.

Pela primeira vez, o recapeamento é feito parte com dinheiro do fundo de multas. Essa etapa do programa Asfalto Novo teve início em novembro de 2017 e foi dividida em dois lotes, beneficiando 76 vias. Está sendo feito um investimento de R$ 350 milhões em 257 km de ruas e avenidas. O fim dos trabalhos desta etapa está previsto para 30 de março.

Além da Avenida Braz Leme, as obras também já foram concluídas na Rua dos Pinheiros, na Zona Oeste, e nas avenidas Flamingo, primeiro trecho da Marechal Tito (trecho I), Afonso Sampaio e Souza, Engenheiro Feijó Bittencourt, Francisco Vieira Bueno, Egídio Martins e Aricanduva (trecho I), na Zona Leste da capital.
A ação também está em andamento em diversas outras vias da capital, como as avenidas Engenheiro Caetano Álvares (Casa Verde), João Dias (Santo Amaro), Jabaquara (Vila Mariana), Atlântica (Capela do Socorro), Mateo Bei (São Mateus), as ruas Luis Mateus (Guaianases) e Feitiço da Vila (Campo Limpo), entre outras.

O programa traz como grande novidade a qualidade superior do asfalto utilizado, que garante o dobro de durabilidade ao recapeamento. Numa exigência da licitação, o asfalto deve durar oito anos, ao contrário dos quatro exigidos anteriormente.


Nova etapa

Na última quinta-feira (8), a Prefeitura anunciou a segunda fase do programa Asfalto Novo, com investimento de mais R$ 200 milhões, sendo R$ 45 milhões do Tesouro Municipal, R$ 100 milhões do fundo de multas, R$ 25 milhões da SPTrans e R$ 30 milhões financiados pelo Santander.

Nesta nova fase, que começa no dia 1º de março e tem previsão de término em 30 de junho, serão recapeadas mais de 60 vias, num total de 147 km, contemplando todas as Prefeituras Regionais. Entre as vias está a Marginal Tietê, que terá 23 km recapeados, e a Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello.
A Avenida do Estado, que não recebe recape desde 2012, é outra via escolhida e terá as obras realizadas com os recursos provenientes do financiamento junto ao Santander. Serão asfaltados 9,7 km no trecho entre a Pres. Castelo Branco-Marginal do Tietê e o Viaduto Grande São Paulo. A mesma avenida terá ainda mais 3 km recapeados em uma próxima etapa, totalizando 12,7 km.