Notícias

Parques municipais: confira como foi o segundo dia após a reabertura

Foi contabilizada a presença de 21.858 pessoas nesses locais, até terça-feira (14)

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente (SVMA), indicou que na terça-feira (14), segundo dia da reabertura dos parques, 21.858 pessoas passaram pelos 70 parques municipais.

Os cinco parques com maior movimento foram o do Ibirapuera (7.187), da Luz (2.441), Aclimação (1.528), Independência  (1.251) e do Carmo (1.100). Nenhum desses locais excedeu o limite permitido de pessoas.  O menos visitado foi o Parque Natural Fazenda do Carmo (2). 

Para secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo de Castro, os números apontados são muito positivos.

“Os frequentadores estão seguindo as orientações previstas de utilização dos espaços e nossos funcionários procuram fazer o máximo para que os protocolos adotados sejam cumpridos”, afirmou.

Sobre a reabertura

Na última segunda-feira (13) foram reabertos 70 dos 108 parques municipais (59 urbanos, cinco naturais e seis áreas de preservação), com medidas de restrição e horário reduzido.

Para os locais atendidos nesta etapa, os horários de funcionamento são diferenciados: das 10h às 16h, de segunda-feira a sexta-feira. Apenas os parques Ibirapuera e do Carmo têm horário diferente de atendimento, das 6h às 16h. Também foram reduzidos os portões de acesso e a reabertura contempla apenas os dias da semana. Aos fins de semana, todos permanecem fechados, para evitar aglomerações.

Atividades físicas como caminhada, corrida, trilha e ciclismo (conforme a estrutura de cada unidade) estão liberadas, respeitando o uso de máscara e o distanciamento social. Práticas que promovem aglomeração, como eventos e esportes coletivos, estão temporariamente suspensas. Nesta etapa, os parquinhos e equipamentos de ginástica também estão restritos. Os sanitários permanecem abertos.

Há restrição no número de portões de acesso, sinalização de piso em áreas que promovam fila para o cumprimento do distanciamento social e reorganização das áreas de consumo de alimentos das lanchonetes, conforme protocolos setoriais.

Além do uso obrigatório de máscaras, há disponibilização de álcool em gel 70% para higienização das mãos e, nos espaços com sanitários abertos (nos parques Ibirapuera e Carmo), sabão líquido. Os que contam com áreas gramadas, como o Ibirapuera, Carmo, Burle Marx e Povo, há projeto de marcação para que o distanciamento social seja cumprido, com auxílio da iniciativa privada.

A Prefeitura,  por meio da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente, também promove a contagem de frequentadores, observando dias e horários de maior e menor fluxo, ocorrências ou notificações de casos suspeitos ou confirmados de trabalhadores (servidores ou terceirizados) e analisa o cumprimento desse protocolo.

 

Ações do documento