Notícias

Paraisópolis recebe mutirão de cadastro único da Prefeitura para acesso aos programas sociais

Ação faz parte do Projeto Comunidades e visa mobilizar os moradores para atualização e inclusão no CadÚnico e orientações da rede socioassistencial

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), realiza neste sábado (15/02), das 09h às 16h, no Centro para Crianças e Adolescentes (CCA) São José, um mutirão de atendimento na Vila Andrade para inclusão e atualização das famílias de Paraisópolis no cadastro único. Os moradores da região também poderão tirar dúvidas dos programas de transferência de renda e receber orientações da rede socioassistencial e outras políticas públicas. A ação conta com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo.

Cerca de 18 funcionários, entre cadastradores e equipes do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Vila Andrade, do CCA São José e do Serviço de Assistência Social à Família (SASF) Paraisópolis estarão presentes na ação. O CadÚnico permite o acesso a diversos programas sociais, como o Bolsa Família. Para cadastro, é preciso ter em mãos documentos de todos os membros da família, como RG e CPF. Comprovante de residência e declaração de matrícula das crianças e adolescentes não são itens obrigatórios, mas ajuda no momento do atendimento.

O mutirão faz parte das ações da Assistência Social no Projeto Comunidades, parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de São Paulo. A iniciativa abrange obras e serviços de educação, saúde, assistência social, emprego e empreendedorismo, justiça e cidadania, proteção a mulheres vítimas de violência, cultura, esporte, lazer e infraestrutura. Desde dezembro de 2019, a Prefeitura tem se reunido sistematicamente com órgãos estaduais, municipais e com representantes da União dos Moradores de Paraisópolis. O objetivo é definir as medidas a serem atendidas.

“Estamos fazendo uma ação específica em parceria com outras esferas públicas para que a população de Paraisópolis possa ter seus direitos garantidos em outros programas sociais”, explica a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Berenice Giannella. “O atendimento descentralizado facilita o cadastramento de famílias em situação de vulnerabilidade social no CadÚnico e também para que o munícipe possa ter orientações sobre a rede de assistência social e outras políticas públicas”, completa.

CadÚnico

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único) é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Nele são registradas informações como: características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras. O objetivo é fornecer acesso aos diversos programas sociais, além de ser uma ferramenta estratégica na formulação de políticas públicas.

Confira alguns programas incluídos: Bolsa Família, Renda Mínima, Renda Cidadã, Ação Jovem, Benefício de Prestação Continuada, ID Jovem, carteira do idoso, Passe Livre, Leve Leite, Viva Leite, Tarifa Social de energia elétrica.

 

Serviços oferecidos pela Prefeitura

Por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), os moradores de Paraisópolis são atendidos no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Vila Andrade, Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Campo Limpo e sete serviços conveniados oferecendo 1.750 vagas.

Entre os serviços estão os Centros para Crianças e Adolescentes (CCA), Serviço de Assistência Social à Família e Proteção Social Básica no Domicílio (SASF), Centro Dia para Idoso e Serviço de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto.

Ações do documento