Notícias

Parada LGBTQI+ 2020, que tinha sido prorrogada, será cancelada

Nova data do evento seria a mesma do segundo turno das eleições municipais deste ano

De Secretaria Especial de Comunicação

Outro evento que também tem o apoio da Prefeitura de São Paulo é a Parada LGBTQI+, que seria realizado em 14 de junho. Os organizadores do evento celebraram a data de forma virtual no mês passado e a parada nos moldes tradicionais tinha sido prorrogada para o dia 29 de novembro, em São Paulo. Porém, ela será cancelada.

“Nós teríamos uma outra preocupação, porque é exatamente a data de realização do segundo turno das eleições neste ano de 2020, dada a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC), no Congresso Nacional”, disse o prefeito Bruno Covas, que continuou: “Eu queria agradecer a organização da Parada LGBTQI+, por entender o momento em que a cidade vive, cancelando a realização do evento neste ano”, disse Covas, nesta sexta-feira (dia 24), durante coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado.

No ano passado, a Parada LGBTQI+ reuniu 3 milhões de pessoas e trouxe benefício econômico de R$ 404 milhões para a cidade de São Paulo.

Leia também:

Fórmula 1: Federação cancela prova no Brasil deste ano

Marcha para Jesus deste ano não deve ser presencial

Data do Carnaval 2021 ainda será definida pela Prefeitura

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Família Acolhedora