Notícias

Parada Gay: São Paulo se torna destino amigável ao turismo LGBTI

Além da assinatura de acordo de cooperação técnica entre Secretaria Municipal de Turismo e Câmara LGBT, cidade vai sediar, em agosto, conferência internacioanl da diversidade e turismo LGBT

De Secretaria Especial de Comunicação

A comunidade LGBT aguarda pela 23ª Parada Gay na cidade de São Paulo, marcada para 23 de junho, com atenção especial. É que esta vai ser a primeira edição do evento após a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica entre a Câmara LGBT e a Secretaria Municipal de Turismo, celebrado no início de junho. O acordo tem como objetivo estabelecer ações conjuntas para a promoção e apoio à comercialização da cidade de São Paulo como destino amigável nos mercados nacional e internacional, além de promover a sensibilização dos prestadores de serviços turísticos para evitar o preconceito no atendimento ao público LGBTI.

“Primeiramente é uma honra assinar esse acordo de cooperação com a Secretaria de Turismo da maior cidade do Continente Sul Americano, porque isso pode representar inclusive um chamamento para que as outras cidades que sempre olham para São Paulo e se espelham em São Paulo possam trabalhar o turismo LGBT”, declarou Ricardo Aparecido Gomes, presidente da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil. “Esse acordo chega no momento  muito importante, onde nós vemos informações, matérias que falam que o Brasil não é o país da diversidade e a Cidade de São Paulo abraçando essa causa, abraçando o turista LGBT e dizendo pro mundo aqui sim todo mundo é bem-vindo, aqui se respeita a diversidade”, acrescentou.

“A cidade de São Paulo é receptiva por natureza. Recebemos aqui turistas de diferentes etnias, queremos manter a característica acolhedora do povo brasileiro. A Prefeitura de São Paulo considera importante fazer parte dessa ação e o acordo assinado hoje é uma maneira de firmar o nosso compromisso com a comunidade LGBT”, declarou Orlando de Faria, secretário Municipal de Turismo de São Paulo. “Somos considerados o 4º melhor destino LGBT do mundo, é um mercado promissor e que movimenta um volume considerável na economia, sendo o turismo que mais cresce no mundo. Aqui em São Paulo temos como exemplo a Parada LGBTde 2018, que trouxe 3 milhões de pessoas, sendo mais de 24% turistas, movimentando cerca de R$ 288 milhões na economia da cidade”, explicou.

Conferência internacional
A cidade será também, entre os dias 25 e 28 de agosto da 3ª edição da Conferência Internacional da diversidade e turismo LGBT, evento destinado às empresas, a entidades, ao poder público e às pessoas de todos os continentes que têm interesse em debater e pensar a diversidade em suas mais diversas vertentes.

No recorte do Turismo, os representantes de Países, Estados e Cidades irão divulgar seus destinos amigáveis, além de empresas, entidades e profissionais do turismo que pretendem trabalhar com o público LGBT e ampliar o trabalho já existente.

Ações do documento

Vídeos

SPLICA - Transferência de Multas

Ver agenda completa