Notícias

Mutirão nos Bairros: CATe oferece vagas de trabalho na região atendida

Estratégia com empresas instaladas na região atendida pelo mutirão oferece ganho em mobilidade e agilidade no processo seletivo

De Secretaria Especial de Comunicação

Além de levar até os moradores de cada distrito a zeladoria e os serviços municipais disponibilizados pela Prefeitura no âmbito da Saúde, Cultura, Assistência Social e Habitação, o Programa Mutirão no Bairros passou a contar, em suas edições mais recentes, com um apoio mais específico da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. Nas primeiras edições, os serviços do Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo levavam para os bairros uma tenda com atendentes que recebia a população e funcionava como uma agência do CATe remota.
Desde a metade de junho, porém, a secretaria inovou e  traçou uma nova estratégia, fazendo com empresas parceiras nas proximidades de cada bairro atendido, uma pré-triagem de vagas.
Na prática, além de aprofundar o banco de dados para o dia do evento do Mutirão, com a concentração das vagas da região, os profissionais da Prefeitura também realizam a primeira etapa do processo seletivo. O resultado é mais pessoas atendidas, mais encaminhamentos e pessoas conseguindo empregos mais perto de casa, sem ter de se deslocar para uma das 24 unidades do CATe espalhadas pela cidade.
O novo perfil de atendimento começou em 15 de junho, no Mutirão que atendeu a população de Ermelino Matarazzo, na Zona Leste. A estratégia foi repetida no bairro da Lapa e depois na Mooca, onde foram feitos 389 atendimentos , que resultaram em 224 encaminhamentos.
A programação para os próximos Mutirão nos Bairros envolve regiões como Sapopemba, Cidade Tiradentes e Vila Maria. Se você está em um desses bairros e precisa encontrar um emprego, já pode ir atualizando o currículo e lembrando de cursos e capacitações que já realizou. Uma informação a mais no sistema pode abrir muitas vagas na hora da busca por trabalho.
"Facilita para que a pessoa não fique rodando a cidade e possibilita que encontre um trabalho perto de casa. Isso é ganho para a empresa, com funcionário que mora mais perto, para o cidadão que passa menos tempo no transporte e ganho para a cidade, em termos de mobilidade”, explica Aline Cardoso, da Secretaria de de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.

Ações do documento