Notícias

Mais de 300 mulheres irão passar por entrevistas para 400 vagas de emprego do Cate

Processo seletivo especial para o público feminino ocorre nesta quinta-feira (23) e sexta-feira (24), celebrando o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha

De Secretaria Especial de Comunicação

O Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo (Cate) da Prefeitura recebeu 342 currículos para processo seletivo especial em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha, celebrado em 25 de julho. Foram disponibilizadas 400 vagas de emprego para o público feminino.

Cerca de 300 pré-selecionadas serão encaminhadas para entrevistas presenciais na unidade Cate Central nesta quinta (23) e sexta-feira (24). O processo seletivo teve a primeira etapa com inscrições on-line, encerradas na última terça-feira (21) e análise dos currículos pela equipe do Cate. Na fase presencial, para segurança das equipes e das candidatas, em decorrência da pandemia pelo coronavírus, haverá agendamento das convocadas nos horários das 10h, 13h e 15h. Serão distribuídas máscaras descartáveis e haverá álcool em gel à disposição das participantes.

A secretária adjunta de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Ana Carolina Lafemina, esteve no Cate Central nesta quinta-feira (23) para acompanhar a fase de entrevistas das candidatas à vaga de emprego. “Oferecer essa oportunidade, principalmente às mulheres em vulnerabilidade social, é de extrema importância e, por isso, foram empregados esforços junto às empresas parceiras, que disponibilizaram vagas para essa seleção especial”, ressalta. “O prefeito Bruno Covas tem nos pedido para intensificar as ações de empregabilidade, a fim de recolocar os que buscam por uma vaga de emprego”, afirmou.

Entre as 400 oportunidades, nos setores do comércio e serviços, a maioria é para atuar em supermercados e com telemarketing. Os salários variam entre R$ 998 e R$ 1.442, sendo necessário para todos os cargos escolaridade entre fundamental e médio completo.

As inscrições foram de candidatas da capital, da região metropolitana como ABC, Guarulhos e interior de São Paulo. Também se inscreveram cerca de 20 mulheres de outras nacionalidades como Angola e Venezuela.

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Família Acolhedora