Notícias

Centro de Acolhida emergencial para idosos e pessoas com deficiência é instalado na Luz

Equipamento é o sexto criado pela Prefeitura de São Paulo para o combate ao coronavírus

De Secretaria Especial de Comunicação

Atualizado em 09/04/2020 às 16h25

A Prefeitura de São Paulo, por meio das secretarias Municipais da Pessoa com Deficiência (SMPED) e de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), iniciou na última sexta-feira (03) o atendimento do novo Centro de Acolhida em caráter emergencial na região da Luz. O equipamento é destinado às pessoas com deficiência (PCD) e idosos em situação de rua.

O equipamento é o sexto instalado em um Centro Esportivo Municipal adaptado e preparado para funcionar 24 horas em caráter de emergência, e oferece 200 vagas, sendo 132 para idosos e 68 para pessoas com deficiência. O acolhido terá acesso a kits de higiene, banheiros e refeições, e receberá orientações de prevenção e higienização.

No local também haverá o serviço da Paraoficina Móvel, uma van customizada com equipamentos, máquinas, ferramentas, peças de reposição e material para fazer reparos em cadeiras de rodas, órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção como muletas, bengalas e andadores.

Os outros cinco estão localizados nas regiões da Sé, Santo Amaro, Santana, Mooca e Lapa e totalizam 556 vagas. Entre os novos equipamentos, há também o Centro de Acolhida Especial (CAE) para pessoas em situação de rua reservado aos diagnosticados com covid-19, localizado na Vila Clementino, região sul da capital, que tem 38 vagas e, juntos, os sete centros emergenciais somam 594 vagas.

Ações do documento