Notícias

Influenza ou coronavírus? Saiba as diferenças

Vírus possuem sintomas semelhantes e podem ser mortais

De Secretaria Especial de Comunicação

O COVID-19, também conhecido coronavírus, e o vírus da influenza são semelhantes. As doenças apresentam os mesmos sintomas, causando principalmente problemas respiratórios, e ambas se espalham pelo contato. O que difere um vírus do outro é a velocidade como esses vírus se espalham.

Tanto os casos de Influenza como os de COVID-19 causam febre, cansaço e tosse. Casos mais graves podem evoluir para pneumonia. Quem apresentar esses sintomas pode buscar uma das  468 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital, deixando a rede de emergência (como hospitais e prontos-socorros) apenas para os casos mais graves de saúde ou para as pessoas pertencentes aos grupos de risco, que são as pessoas com idade a partir de 60 anos e os portadores de doenças crônicas graves e imunodeprimidos, como pacientes que passam por quimioterapia. Nestes locais, os profissionais da Rede Municipal de Saúde já estão preparados com relação a todos os procedimentos que podem ser tomados.

Transmissão
O período de transmissão é o que mais difere os dois vírus. De acordo com um relatório elaborado por especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS), a gripe tem um menor período de incubação (que é o tempo da infecção até o aparecimento dos sintomas) e um tempo entre casos confirmados (intervalo serial) mais curto.  Este intervalo serial para o vírus COVID-19 é estimado em 5-6 dias, enquanto para o vírus influenza o intervalo serial é de 3 dias. Isso significa que a influenza pode se espalhar mais rapidamente que o COVID-19.

Além disso, a transmissão nos primeiros 5 dias de doença (antes mesmo do aparecimento dos principais sintomas) é um dos principais fatores de transmissão da gripe. Por outro lado, pessoas infectadas pelo COVID-19 podem lançar o vírus até 48 horas antes do início dos sintomas. De acordo com a OMS, atualmente este não parece ser um dos principais fatores de transmissão.

Faixa etária
As crianças são importantes responsáveis pela transmissão do vírus influenza na comunidade. No entanto, para o vírus COVID-19, os dados iniciais indicam que as crianças são menos afetadas que os adultos. Os contaminados com a faixa etária entre 0 e 19 anos são baixas. Os dados preliminares de estudos de transmissão domiciliar realizados na China sugerem que as crianças são infectadas por adultos, em vez de vice-versa, como acontece com a gripe.

Agravamentos
Embora a variedade de sintomas para os dois vírus seja semelhante, a fração com os agravamentos da doença parece ser diferente.

Ainda de acordo com a OMS, para o COVID-19 os dados até o momento sugerem que 80% das infecções são leves ou assintomáticas, 15% são infecções graves (requerendo oxigênio) e 5% são infecções críticas (que requerem ventilação). Essas frações de infecção grave e crítica seriam maiores do que o observado para a infecção pela influenza.

Grupos de risco
De acordo com a OMS, os grupos que apresentam maior risco de infecção grave pela Influenza são crianças, mulheres grávidas, idosos, pessoas com condições médicas crônicas e aqueles que são imunossuprimidos.

Para COVID-19, a OMS atualmente entende que a idade avançada e condições subjacentes aumentam o risco de infecção grave. 

Taxa de mortalidade
Até o momento, a mortalidade por COVID-19 parece ser mais alta que a influenza (especialmente a influenza sazona). No entanto, a OMS indica que a verdadeira taxa de mortalidade por COVID-19 ainda levará algum tempo para ser entendida por completo.

Os dados até agora indicam que a taxa de mortalidade bruta (calculada pelo número de mortes relatadas dividido pelos casos notificados) está entre 3-4%. A previsão é que a taxa de mortalidade por infecção (o número das mortes relatadas dividido pelo número de infecções) seja menor.

Para a gripe sazonal, a mortalidade é geralmente bem abaixo de 0,1%. Nestes casos, a mortalidade é, em grande parte, determinada pelo acesso e qualidade quanto aos cuidados de saúde.

Veja também

Prefeitura estuda medidas que serão adotadas durante período de suspensão das aulas

Comunicado: Adiamento dos Eventos Culturais

Coronavírus: Transportes cria Grupo de Trabalho com empresas de ônibus

Ambiente: eventos cancelados para minimizar transmissão do coronavírus

Ações do documento

Vídeos

SPlica - Retomada consciente na fase amarela