Notícias

Hospitais municipais utilizam tecnologia inédita em tomografias

Tecnologia utiliza robôs para controlar tomógrafos remotamente em cinco contêineres instalados em hospitais públicos municipais de São Paulo

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo colocou em prática o projeto de tecnologia inédito no Sistema Único de Saúde (SUS) para a realização da tomografia computadorizada à distância em hospitais da rede pública de São Paulo, durante a pandemia por coronavírus. Cinco hospitais municipais receberam os contêineres com tomógrafos que já começaram a fazer os exames em pacientes suspeitos de covid-19 por um sistema automatizado. O projeto é desenvolvido pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em parceira com a Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo Diagnóstico por Imagem (FIDI).

O novo modelo é capaz de realizar 1.500 exames por mês em cada contêiner, chegando à capacidade de 12 mil tomografias para complementar o atendimento durante a pandemia. O objetivo é aumentar a capacidade de diagnóstico para os casos com agravamento da covid-19 por meio da tomografia, sem necessidade de adaptação nas unidades de saúde.

Os equipamentos são conectados a um centro de comando, o que reduz os riscos de contaminação de profissionais por coronavírus. Por meio desse processo automatizado, os técnicos especialistas ficam na sede da FIDI, no bairro de Cerqueira César, de onde controlam os equipamentos instalados nos contêineres. Por intermédio de um sistema de som e câmeras, cada paciente é orientado no local a se posicionar adequadamente para realizar o exame. Os pacientes também podem se comunicar com os técnicos por um sistema de autofalantes, acompanhados por enfermeiros.

O superintendente de Infraestrutura da FIDI, Helio Ajzen, explica que a tecnologia dá acesso aos diagnósticos a partir de uma central instalada em qualquer local, desde que todos os requisitos técnicos de infraestrutura e de segurança da informação sejam atendidos. “Os contêineres permitirão acesso rápido a esses exames durante a pandemia, sem necessidade de reformas ou outras dificuldades de infraestrutura nas unidades. E, com o acesso remoto, teremos certeza de qualidade nos exames e garantia de equipe sem risco de contaminação”, explica.


Infraestrutura

Os contêineres têm 12 metros de comprimento e 30 m² de área útil, semelhantes a um caminhão comum. Com um sistema que permite a rápida instalação nos locais de atendimento, os módulos são construídos especificamente para receber tomógrafos de diferentes marcas e modelos. A infraestrutura foi preparada da forma mais enxuta possível, para que a logística de movimentação seja mais eficaz e ágil. O ambiente é isolado com vidro plumbífero, para proteção da radiação. Há, ainda, três aparelhos de ar-condicionado, garantindo maior conforto para os profissionais da saúde e para os pacientes e usuários do serviço.

Saiba em quais hospitais municipais as carretas com tomógrafos estão instaladas:

Hospital Municipal Prof. Dr. Waldomiro de Paula
Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria
Hospital Municipal e Maternidade Mário Degni
Hospital Municipal Dr. Benedito Montenegro
Hospital Municipal Alexandre Zaio

Confira aqui os endereço e telefones de contato das unidades da Autarquia Hospitalar Municipal

Ações do documento