Notícias

Guardas civis fiscalizam estabelecimentos comerciais nas zonas Sul e Norte

Agentes orientaram comerciantes sobre os riscos da covid-19 e também interditaram alguns locais

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura, por meio da Subprefeitura de Campo Limpo, realizou nesta quinta-feira (21)  uma blitz nos estabelecimentos comeciais da região. O objetivo foi orientar os lojistas sobre a obrigatoriedade do fechamento do comércio não essencial, conforme o decreto de situação de emergência vigente na cidade de São Paulo e a importância de se evitar aglomerações por conta da covid-19, doença provocada pelo coronavírus. 

A operação foi coordenada pela Subprefeitura de Campo Limpo e contou com a participação da Guarda Civil Metropolitana, da Inspetoria de Operações Especiais - IOPE e da Inspetoria com Apoio de Motocicletas - IAMO, juntamente com a Polícia Militar e Vigilância Sanitária.

Fiscalização na Zona Norte

Na tarde desta quarta-feira, na região da zona Norte, equipes da Guarda Civil Metropolitana (GCM), Polícia Militar e agentes da Subprefeitura Regional da Ferguesia do Ó – Brasilândia e Vigilância Sanitária percorreram diversas ruas da região da Freguesia do Ó e Brasilândia. Durante a ação, os agentes da subprefeitura lacraram e interditaram alguns estabelecimentos comerciais como um salão de cabeleireiro na Rua Henry Charles Potel e uma loja na Rua Emílio Kemp.

Também houve fiscalização na Avenida Deputado Cantídio Sampaio e na Rua São Gonçalo do Abaeté. Lá foram fechadas lojas de roupa e restaurantes.


Ações do documento