Notícias

Governo do Estado repassa R$ 14 milhões para assistência social do município

Aporte financeiro será utilizado para complementar os investimentos nos serviços da rede de atendimento à população em situação de rua

De Secretaria Especial de Comunicação

O governador Geraldo Alckmin e o prefeito João Doria oficializam nesta segunda-feira (9) mais uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Paulo. O novo acordo prevê um repasse de R$ 14 milhões do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS) para a capital.

O montante será utilizado para complementar os investimentos do município em programas de atendimento à população em situação de rua ofertando proteção integral e integrada a pessoas e famílias em situação de risco pessoal e social, como os Centros Temporários de Acolhimento (CTAs) e as três unidades de Atendimento Diário Emergencial (ATENDE) na região da Luz.

O governo do Estado também repassou R$ 32,8 milhões para as Comunidades Terapêuticas do Programa Recomeço, e R$ 950 mil para a Organização Social Casa de Isabel, que administra a Casa de Passagem Recomeço.

O prefeito João Doria destacou que o programa Recomeço do Governo do Estado serviu de referência para o desenvolvimento do programa Redenção da Prefeitura. "Ambos caminham juntos e por isso conseguimos resultados tão positivos na cidade de São Paulo. Nunca tivemos um número tão grande de pessoas em tratamento de dependência química", informou Doria.

Atualmente, a rede socioassistencial da capital conta com seis CTAs nas regiões da Barra Funda, Brás, Aricanduva, Vila Mariana, Prates e Butantã que, juntos, atendem mais de 1.100 pessoas em situação de rua ofertando banho, alimentação (café da manhã, almoço e jantar), atendimento social, vagas em capacitações e encaminhamento para outras políticas públicas como o programa Trabalho Novo, que busca a inserção de pessoas em situação de rua no mercado de trabalho. Já são 1.400 pessoas trabalhando.

A implementação desta modalidade de acolhimento foi mais uma das ações da atual gestão para a requalificação e ampliação dos serviços que ofertam acolhimento à população em situação de rua, melhorando a qualidade de vida e proporcionando uma rotina de atividades com a oferta de oportunidades de estudo e emprego.

Implementadas inicialmente na região da Luz, as três unidades de Atendimento Diário Emergencial (ATENDE) contam com espaços de descanso, banheiros, refeitório e disponibilizam 440 vagas para pernoite. Os espaços fazem parte das ações do projeto Redenção, cujo objetivo é resgatar e dar oportunidade de tratamento aos dependentes químicos.

Desde o dia 21 de maio, as equipes de assistência social da Prefeitura de São Paulo já realizaram 291.124 abordagens e atendimentos nas unidades emergenciais – ATENDE 1, 2 e 3.

"A melhor parceria é aquela feita com os governos locais, que estão mais pertos da população", enfatizou o governador Geraldo Alckmin se referindo a mais uma ação conjunta com a Prefeitura de São Paulo.